Política

ELEIÇÕES 2020

ABSURDO: Justiça impede imprensa na votação de Renata Souza

Candidata do PSOL foi a única a sofrer ação do tipo.

domingo 15 de novembro| Edição do dia

Nessas eleições já vimos o judiciário intervindo de forma autoritária. Após denúncias de vários eleitores que tiveram seus títulos cancelados, a mais nova decisão da justiça foi impedir a imprensa durante a votação da candidata Renata Souza do PSOL no Rio de Janeiro.

Na decisão, o o desembargador Cláudio Brandão Oliveira alega questões sanitárias. No entanto, curiosamente Renata foi a única candidata a receber uma ação do tipo, deixando evidente que se trata de uma perseguição da justiça.

Nos solidarizamos com Renata e rechaçamos veemente essa ação do judiciário, assim como todas as outras que visam restringir os direitos democráticos elementares.




Tópicos relacionados

Eleições municipais 2020   /    Eleições 2020   /    "Partido Judiciário"   /    Poder Judiciário   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar