MRT

CAMPUS VIRTUAL ESQUERDA DIÁRIO

A esquerda até o golpe de 64: segunda aula do curso A história do trotskismo no Brasil

Acompanhe pelo Campus Virtual do Esquerda Diário o curso com o prof. Dr. Gilson Dantas, militante trotskista setentista, doutor em sociologia e médico (UnB). A primeira aula já se encontra na plataforma do Campus e a segunda aula acontecerá ao vivo, dia 03/09 às 19 horas.

Gilson Dantas

Brasília

quarta-feira 2 de setembro| Edição do dia

Está em andamento no Campus Virtual do Esquerda Diário, o curso sobre A história do trotskismo no Brasil dividido cronologicamente em três aulas e abarcando os movimentos trotskistas desde o primeiro deles, organizado por M Pedrosa e Livio Xavier.

Na aula passada, dia 13/8, primeira de três, foi aborda a divisão no movimento comunista mundial que eclode nos anos 1920, especialmente depois da morte de Lênin [1924] e da expulsão de Trotski da URSS [1928]. Naquele marco da degeneração da Revolução Russa e do marxismo de Lênin-Trotski, da III Internacional, vai ser criada, em torno de Trotski, a oposição de esquerda que, em vários países se desenvolve como fração dos PCs stalinizados, procurando impulsioná-los de volta ao legado vivo da Revolução Russa.

No caso brasileiro, foi feita durante a primeira aula, a narrativa histórica e o debate em torno das ideias políticas e estratégia do grupo trotskista das origens [1930] até o golpe militar do Estado Novo [1937]. As atividades daquele núcleo trotskista de dezenas de quadros, desde antes de 1933 e em seguida [quando se faz necessário romper com a IC degradada, após a vitoria de Hitler sem qualquer combate de parte do PC que era o maior do mundo depois do soviético], foi desenvolvida através de cada grande combate levado adiante por aquele grupo, a Liga Comunista.

Que lições daquele trotskismo originário podem ser tiradas para nos inspirar nas lutas atuais? Que táticas foram usadas na construção do partido revolucionário?

Foram tópicos abordados, lado a lado com a crítica à história oficial sobre aquele período político no Brasil e que apenas menciona o PC e suprime lições de tática e de estratégia desenvolvidas pelo trotskismo [que se intitulavam bolcheviques-leninistas] que possuem valor para hoje: esse foi o fio do relato histórico.

Segunda aula dia 03/09 às 19 horas: da morte de Trótski até o golpe de 64

São aulas independentes, qualquer uma delas pode ser assistida sem prejuízo da anterior. Nesta próxima será examinado o trotskismo tal como sai da II Guerra, golpeado pela repressão e agora sem direção e mergulhando em uma deriva estratégica [sem Trotski, assassinado a mando de Stálin] e diante de novos desafios jamais vistos, como o de revoluções triunfantes sem partido comunista à cabeça. Lado a lado com o stalinismo represtigiado pela derrota do nazismo, revoluções coloniais, Guerra Fria.

Daquele momento até o golpe de 64, no Brasil, o trotskismo brasileiro procurou se reinventar e se localizar no marco de grandes lutas operárias, as maiores da história e da escalada golpista que vem desde a morte de Vargas, a tentativa de golpe em 1961 [contra Jango] e, finalmente em 64, destituindo seu governo. Vamos percorrer as lutas trotskistas naquele contexto da mais profunda situação revolucionária que o país já viveu e a grande pergunta será: esteve a IV Internacional de então à altura daqueles desafios? Qual foi o papel do stalinismo no Brasil naquele mesmo processo? Qual o legado que ficou?

Convidamos a todos que possuem interesse em redescobrir a história do Brasil de uma forma como ela não costuma ser contada nos livros oficiais [muito menos nos livros do 2º grau] ao mesmo tempo em que trataremos de recuperar ideias e fontes de inspiração para nossos combates atuais e os maiores que se aproximam. Participe, traga suas questões e também procure integrar os Grupos de Estudos sobre o trotskismo no Brasil, que acontece toda semana, relacionado a cada aula, um espaço aberto para explorarmos até o final tópicos de qualquer natureza sobre o tema. Envie um e-mail para [email protected]




Tópicos relacionados

Campus Virtual   /    Trotskismo   /    Fração Trotskista (FT-QI)   /    MRT   /    Teoria

Comentários

Comentar