×

Violência policial | A cada quatro mortos pelas polícias de SP, um foi morto por policial fora de serviço

Entre janeiro a setembro, das 467 pessoas assassinadas pelas polícias, 106 foram vítimas de policiais fora de serviço. Reflexo de uma instituição assassina dentro e fora da legalidade.

sexta-feira 12 de novembro | Edição do dia

Durante os primeiros 9 meses de 2021, a polícia militar e civil de João Dória matou pelo menos 467, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, sendo que um quarto (106) das vítimas foram assassinadas por policiais que estavam fora de sua hora de serviço. Este número, ainda absurdo, é o menor dos últimos 5 anos, como mostra o gráfico a seguir:

Segundo a reportagem sobre 15º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, feita pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, um dos indicadores usados para medir o uso excessivo da violência policial é comparar homicídios dolosos e mortes praticadas pela polícia. Para ela e outros pesquisadores, o índice “ideal” seria de 7 a 10%, a polícia de São Paulo tem uma porcentagem de 14%, ou seja, uma polícia violenta:

Esses números são reflexos de que a instituição servil à burguesia, que treina violentamente seus policiais, inclusive no fator psicológico, para reprimir trabalhadores e a população de forma legal, ou seja, utilizando a farda, mas que transborda e se estende para além dos quartéis.

Basta de violência policial: 20N: Basta de chacinas, fila do osso e precarização. Que os capitalistas paguem pela crise.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias