×

Votação na Câmara | 6 deputados do PDT de Ciro e 12 do PSB de Freixo votaram a favor do voto impresso com o bolsonarismo

Muitos dos que votaram junto da extrema-direita, do bolsonarismo e dos setores mais abjetos da política brasileira foram deputados do PDT de Ciro Gomes e do PSB de Marcelo Freixo e Flávio Dino.

quarta-feira 11 de agosto | Edição do dia

Bolsonaro perdeu a votação da PEC do voto impresso na Câmara, mas obteve votação significativa. Foram 229 votos favoráveis à PEC contra 218 contrários, mas não passou pois precisava de maioria qualificada (2/3). Bolsonaro perde mesmo após desfile militar, que visava pressionar os deputados e acabou sendo um motivo de chacota nacional.

- Leia mais: O que há por trás do desfile militar organizado por Bolsonaro e as Forças Armadas?.

O voto impresso vem sendo o grande cavalo de batalha de Bolsonaro para justificar a sua possível derrota em 2022, alegando suposta fraude. A desconfiança que Bolsonaro coloca no sistema eleitoral não serve para aprimorá-lo, e sim desqualificar eventual derrota em 2022. Com a miséria e desempregos crescentes, a indignação com o governo não para de crescer.

E, apesar de discursos de figuras como Marcelo Freixo, os partidos PSB e PDT engrossaram o caldo do bolsonarismo na noite dessa terça-feira. Nada menos que 1/3 dos deputados do partido de Freixo e Dino votaram junto com a extrema-direita. Do partido de Ciro Gomes, foram 6 deputados. Socialismo? É a velha aliança fisiológica e espúria da política burguesa desses partidos. Vejam os nomes ao final da matéria e toda a relação pode ser vista aqui.

Nós do Esquerda Diário sempre denunciamos a política e o programa desses partidos que, via de regra, estão ao lado dos patrões e se aliando com a direita. Além de aplicar reformas neoliberais nos estados e cidades que governam, retiram direitos dos trabalhadores. Agora apoiam propostas como a do voto impresso junto com setores mais reacionários da política nacional. Denunciamos também as alianças que organizações de esquerda como o PSOL, PCB e UP, fazem com esses partidos burgueses. Ao invés de buscarem uma ampla unidade da classe trabalhadora para derrotar os ataques de Bolsonaro, Congresso, STF e governos, eles trabalham por uma frente ampla com partidos como esses, que se aliam ao próprio bolsonarismo.

Veja abaixo a lista de deputados que votaram junto com o bolsonarismo hoje:

Alex Santana (PDT-BA)
Jesus Sérgio (PDT-AC)
Marlon Santos (PDT-RS)
Pompeo de Mattos (PDT-RS)
Silvia Cristina (PDT-RO)
SubtenenteGonzaga (PDT-MG)

Emidinho Madeira (PSB-MG)
Heitor Schuch (PSB-RS)
Jefferson Campos (PSB-SP)
Júlio Delgado (PSB-MG)
Liziane Bayer (PSB-RS)
Luciano Ducci (PSB-PR)
Mauro Nazif (PSB-RO)
Ricardo Silva (PSB-SP)
Rodrigo Coelho (PSB-SC)
Rosana Valle (PSB-SP)
Ted Conti (PSB-ES)




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias