Mundo Operário

DENÚNCIA

5 terceirizados mortos na Petrobras em Betim: essa denúncia que a justiça quer calar

Notícias do site e das redes sociais do SINDIPETRO-MG antes da censura sofrida pela justiça davam conta de ao menos 5 mortes por COVID na refinaria mineira. É essa denúncia que a justiça golpista quer calar. Para ajudar a privatização da empresa, para ajudar o lucro dos acionistas privados querem esconder a dor de colegas, familiares, a revolta dos trabalhadores com o descaso cotidiano na maior empresa do país.

quarta-feira 7 de abril| Edição do dia

Foto: Sindipetro-MG

As mortes denunciadas pelo sindicato antes de sofrer censura judicial são decorrentes da política criminosa da empresa, gerando imensas concentrações de trabalhadores em obras não-emergenciais, as chamadas “parada de manutenção”. Nestas ocasiões o efetivo dentro das unidades aumenta de 6 a 8 vezes. O descaso com a vida dos trabalhadores é gritante, essa situação está se repetindo em todas refinarias do país e só tem sido interrompida por mobilizações e greves.

Os petroleiros de Betim realizaram greve para adiamento desta manutenção e pela reivindicação de outras pautas. Somente após a luta dos trabalhadores que a empresa atendeu ao pleito e a “parada” foi adiada. Mas vidas não retornam.
A responsabilidade pelas vidas arrancadas é da alta administração da empresa, ou seja militares indicados por Bolsonaro. Colocam vidas em risco para cumprir cronogramas favoráveis ao lucro dos acionistas privados e das privatizações que eles implementam de mãos dadas com Paulo Guedes.

Tentar calar os trabalhadores que denunciam os riscos sanitários e se mobilizam para salvar vidas escancara, mais uma vez, a atuação autoritária e golpista dos judiciário. Ele está sempre contra os trabalhadores e a favor dos empresários. Essa mesma justiça que atuou para derrotar a greve dos petroleiros de 2020 e impor as demissões e fechamento da FAFEN, uma fábrica que poderia produzir dezenas de milhares de cilindros de oxigênio por hora, atuou depois, pelas mãos do STF para garantir uma privatização sem licitação e sem votação no Congresso como tem acontecido na Petrobras. É justamente para enriquecer os acionistas privados da Petrobras e os futuros compradores das privatizações que os petroleiros estão trabalhando cada dia em situações mais perigosas, expondo-se a maiores riscos de acidentes operacionais e a contágio de COVID.

O Esquerda Diário apoia a luta dos petroleiros de Minas e de todo país em defesa de suas condições sanitárias e contra as privatizações em todo o sistema Petrobras.

💬 Quer denunciar a situação em seu trabalho? Mande seu relato para +55 11 97750-9596

E siga o Esquerda Diário nas redes e plataformas de streaming!
Ouça e compartilhe o Podcast Peão 4.0!
Todos os dias, ouça a realidade contada a partir dos trabalhadores em 5 minutos!




Tópicos relacionados

Petrobras   /    Privatização da Petrobras   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar