×

TRABALHADORES DA USP | 5 motivos para se filiar ao SINTUSP

O Sindicato de Trabalhadores da Universidade de São Paulo está realizando uma importante campanha de filiação. Nesse artigo veja 5 motivos para fazer sua filiação em um dos principais sindicatos combativos do país.

quinta-feira 12 de maio | Edição do dia

O SINTUSP possui uma trajetória de luta muito importante sempre conectando os interesses da categoria com as principais batalhas da classe trabalhadora. Foram inúmeras batalhas e fortes greves desde a década de 70 que marcaram a trajetória da categoria. Como a histórica greve de 2014, a mais longa da história da categoria, que enfrentou a política de desmonte da universidade promovida Zago e Vahan e o plano de desvinculação do HU. Em 2017 esteve na linha de frente na construção da greve geral contra a reforma trabalhista e na ida para Brasília, assim como nas batalhas contra os ataques ao conjunto da classe trabalhadora como a reforma da previdência, sempre se solidarizando com a luta de outras categorias e até hoje segue firme na luta contra todas as reformas que massacram nossa classe. Em todas essas batalhas nenhum companheiro ficou para trás, o SINTUSP luta e segue lutando contra toda a punição aos lutadores e inclusive as demissões políticas como dos companheiros Givanildo, Alexandre e do Brandão.

O SINTUSP é um sindicato que historicamente nunca arrecadou o imposto sindical por que considera que a filiação voluntária é o melhor caminho para que o sindicato siga sendo um organismo de defesa dos trabalhadores. O imposto sindical foi criado como um mecanismo para atrelar os sindicatos à estrutura do Estado e assim criar amarras financeiras que podem fazer com que as direções acabem vacilando na hora de enfrentar os governos. Para manter a independência política e financeira o SINTUSP sempre se recusou a fazer esse desconto compulsório dos trabalhadores e opta pelo livre convencimento de que cada trabalhador deva fortalecer seu sindicato a partir do reconhecimento dele como seu instrumento de defesa e luta.

A democracia operária é parte inseparável da trajetória do SINTUSP, sempre organizando as reuniões de unidade e tomando suas decisões a partir das assembleias como espaços soberanos de decisão dos trabalhadores onde qualquer trabalhador pode falar livremente e decidir os passos de suas lutas. Assim como a existência do Conselho Diretor de Base que reúne centenas de companheiros eleitos em suas unidades para que toda atitude tomada pelo sindicato esteja conectada com os reais interesses dos trabalhadores em cada setor.

A reitoria e o estado sabem muito bem que quanto mais nos dividem, mais nos enfraquecem. Justamente por isso o SINTUSP considera fundamental a unidade entre trabalhadores, estudantes e professores e luta a vários anos pela igualdade salarial e de direitos entre os efetivos e os trabalhadores terceirizados, batalhando inclusive para que os terceirizados sejam efetivados sem a necessidade de concursos público por que ja provam todos os dias que são capazes de exercer suas atividades. Da mesma forma o SINTUSP constroi secretarias especificas para a defesa das mulheres, dos negros e LGBTs que são organismos fundamentais para a defesa de todos os setores mais oprimidos da nossa classe. O sindicato também sempre atuou buscando a aliança com os professores e os estudantes por considerar que com toda a comunidade universitária alinhada nossa luta pela conquista de cada demanda e pela defesa da educação pública de qualidade é muito mais forte.

Todos sabemos que a situação atual em nosso país não está fácil. São diversos ataques que vem acabando com os nossos direitos como a reforma trabalhista e a reforma da previdência de Bolsonaro, assim como toda a corrosão salarial que a inflação dos preços de itens de consumo básicos vem causando. O SINTUSP sempre teve uma posição muito clara contra o governo Bolsonaro e Mourão denunciando e atuando contra todas as medidas autoritárias que esse governo fez contra a classe trabalhadora de conjunto, mas mantendo também total independência do PT. E é justamente em momentos como esses que é muito importante fortalecer os organismos de luta dos trabalhadores para que nossa classe esteja mais forte para enfrentar governos como esse. Sindicatos combativos e classistas com o SINTUSP são e vão ser ainda mais fundamentais nos próximos momentos por que não podemos confiar que através das eleições - e ainda mais por um caminho de conciliação de classes como vem mostrando o PT junto com Alckmin que já nos reprimiu inúmeras vezes - vamos conseguir nossas demandas. Somente com organização de base, muita luta e principalmente apontando um caminho de independência de classes é que podemos enfrentar e derrotar essa extrema direita nefasta.Por tudo isso, as companheiras e companheiros do Movimento Nossa Classe e o Esquerda Diário colocamos as nossas forças para fortalecer o Sintusp e ampliar a organização e a unidade dos trabalhadores e de sua vanguarda combativa.

Clique aqui para se filiar ao SINTUSP através do site




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias