Mundo Operário

PETROBRAS

4 petroleiros falecem pela covid-19 no Norte-fluminense com o descaso da Petrobras

No último fim de semana, a Petrobras perdeu 4 dos seus trabalhadores para a covid-19 no Norte Fluminense. Todo dia alguma localidade publica novos casos e novos óbitos, as condições de trabalho, precarizadas para abrir caminho à privatização estão fazendo das unidades da Petrobras focos de surto da COVID.

segunda-feira 29 de março| Edição do dia

No último fim de semana, a Petrobras perdeu 4 dos seus trabalhadores para a covid-19 no setor Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes, RJ. Estas são mais quatro vítimas da patronal, da falta de vacinas por responsabilidade de Bolsonaro e dos governadores, e da falta de protocolos de segurança e proteção dos trabalhadores na indústria do petróleo e na Petrobras. Esta falta de proteção é feita para garantir lucros extraordinários aos acionistas privados da empresa, mais de 43% deles lá em Wall Street. A preparação à preparação também tem significado maior precarização e um verdeiro surto de COVID em todas unidades no país.

O Sindipetro - Norte Fluminense divulgou uma nota com os nomes das vítimas e prestando condolência aos familiares.

[COVID-19] Só neste fim de semana o Sindipetro-NF recebeu informações sobre as perdas de quatro trabalhadores da...

Publicado por Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense em Segunda-feira, 29 de março de 2021

São mais 4 vidas perdidas em meio à recordes de lucro da indústria do Petróleo. Lucro que não se reverte em segurança e proteção aos trabalhadores e à população, mas cuja maior parte fica na mão dos acionistas. Toda a riqueza produzida na Petrobras poderia ser revertida em investimentos no SUS, enquanto que o potencial de seus laboratórios poderiam servir nas pesquisas e na produção insumos consumidos nos leitos de UTI ou na vacinação. Assim como energia poderia ser barata e acessível, se a Petrobras fosse 100% estatal e controlada pelos trabalhadores.

Leia mais: Contra mortes na indústria, é preciso organizar Comissões de Higiene e Segurança Sanitária




Tópicos relacionados

COVID-19   /    Petrobras   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar