www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 2 de Diciembre de 2020
04:15 hs.

Twitter Faceboock
CORONAVÍRUS
EUA registram 200 mil mortes por Covid-19 e índices de contaminação crescem na Europa
Redação

Nos Estados Unidos, foi registrado um total de 200.541 mortes por covid-19 nesta terça-feira (22), segundo levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins. O país contabiliza 6 884.032 milhões de contaminações desde o início da pandemia.

Ver online

Foto: AFP

O índice é o maior, em números absolutos, de casos registrados no mundo, seguido pela Índia (5.562.663 casos) e pelo Brasil (4.558 040). Esse cenário de mortes nos Estados Unidos se dá em um contexto no qual pela garantia do lucro, como afirma Trump, “para manter a saúde da economia”, a burguesia não só no EUA, mas também pelo mundo, deixa a classe trabalhadora e os grupo de risco a própria sorte, passando longe de oferecer medidas adequadas de prevenção e tratamento à população.

Enquanto, na Europa, a Itália se aproxima de 300 mil casos de covid-19, com 299.506 confirmados e 35.724 mortes pela doença, de acordo com dados Organização Mundial da Saúde (OMS), a França continua a registrar aumento em seu número diário de casos, com 10.008 novas contaminações e 78 mortes registradas nesta terça-feira. De acordo com Ministério da Saúde francês, o país soma um total 468.069 casos do novo coronavírus e 31.416 mortes.

Na Itália, pessoas que chegam de viagem de Paris e sete outras áreas da França farão testes obrigatórios do coronavírus. O ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, publicou em sua conta no Twitter que "os dados europeus são preocupantes"."A Itália está se saindo melhor do que outros países, mas precisamos ser cautelosos", disse.

Na Espanha, a recomendação é que as pessoas de Madri, região mais afetada pela pandemia no país, não façam viagens desnecessárias, e sim que façam apenas o que é essencial e limitando o contato aos membros mais próximos de suas famílias.

No Reino Unido, estudos apontam que o vírus começou a se espalhar novamente de maneira exponencial em meio ao contexto do que acontece na França e Itália.

Contém informações da Agência Estado

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui