www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Sábado 24 de Octubre de 2020
15:45 hs.

Twitter Faceboock
UNICAMP
Unicamp extingue Departamento de Demografia e aprofunda ataques às ciências humanas
Redação

No último dia 31 de agosto, a CAD, Câmara de Administração da Unicamp, decidiu pela extinção do Departamento de Demografia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp. As razões da extinção são administrativas, pois, segundo Deliberação do CONSU A-29/2012 um departamento só pode existir com um número mínimo de 10 docentes e, até o momento, o de Demografia possui apenas oito professores. Um enorme ataque que se soma aos ataques que as ciências humanas vem sofrendo a nível nacional.

Ver online

A extinção aconteceu mesmo com o número de docentes atendendo às demandas de ofertas de disciplinas que existem na graduação e pós-graduação. Em nota, o departamento também destacou que a extinção do mesmo não podia se dar em virtude de gastos exorbitantes, pois a ele não havia um secretário específico desde 2017, e a única despesa se devia a uma gratificação que o chefe de departamento recebia, o qual demonstrou inclusive eventualmente deixar de recebê-la caso isto comprometesse a manutenção do departamento.

Este é mais um ataque às Ciências Humanas que se soma também a ataques nacionais que a área vem sofrendo, pois, como sabemos, o Governo Bolsonaro declarou ser inimigo da educação e principalmente do pensamento crítico, sucateando o financiamento por meio da imensa retirada de bolsas Capes aos cursos de humanidades, intimidando nossos professores por meio de sua militância racista e de extrema direita, haja visto a invasão ao debate que a professora Lucilene, do Departamento de História do IFCH, fazia parte.

A reitoria da Unicamp se diz defensora da ciência contra o obscurantismo bolsonarista, mas junto ao Conselho Universitário (Consu) e órgãos como a CAD também gere uma universidade e seus recursos de maneira a privilegiar áreas e o desenvolvimento científico ligado às empresas. Por isso, não exita em atacar um departamento das ciências humanas, se abrigando debaixo de justificativas burocráticas.

Rechaçamos veementemente também que a decisão de extinção de um Departamento de Demografia seja tomada durante a pandemia, enquanto estudantes, professores e funcionários não estão no campus. Além disso, expressamos solidariedade aos professores e alunos que se colocam em defesa do Departamento, destacando que só existem 4 universidades no Brasil que oferecem pós-graduação em demografia (UNICAMP, UFMG, UFRN e ENCE/IBGE), portanto, a extinção do departamento impactaria o ensino e pesquisa em demografia no país.

Por outro lado, o fim do Departamento de Demografia reafirma a relevância de combatermos os cortes de investimentos para as Instituições de Ensino e recursos para as bolsas de pesquisa e permanência em todo país e dentro da UNICAMP, cortes esses que se aprofundarão caso seja aprovada o PL 529 que João Dória quer aplicar, o que na prática retira recursos e ataca direitos elementares das universidades e da população, aprofundando o cenário nacional de reformas.

O enfrentamento a esse cenário se dará por meio da mobilização dos estudantes unificados com os trabalhadores e professores, pela auto-organização e convocação das entidades se colocando contra os ataques desferidos pela Reitoria, que esta semana estava planejando implantar um novo projeto que estabelecia critérios meritocráticos e novas medidas que limitam concessões de bolsas para os estudantes, o que levou a um grande rechaço do movimento estudantil que fez com que a pauta fosse retirada da CEPE no último dia 1, mas que voltará novamente à votação em outubro.

Veja abaixo nota do instituto sobre a extinção:

A reunião da Câmara de Administração (CAD) da Universidade Estadual de Campinas, em 1o de setembro de 2020, decidiu após votação apertada, pela extinção do Departamento de Demografia (DD), que está vinculado ao Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Essa decisão foi motivada pelo fato de o departamento ser composto por oito docentes, quando o número mínimo exigido para a manutenção dessa estrutura é atualmente de dez docentes, de acordo com as regras vigentes nessa universidade.

Gostaríamos de esclarecer que, apesar da decisão da CAD, os docentes mantêm-se unidos em torno da defesa do Departamento de Demografia e manterão a luta até à última instância possível e, para isso, continuam contando com o apoio do IFCH. Mais ainda, o resultado apertado da votação na CAD, 13 votos pela extinção, 10 pela manutenção e três abstenções, é o reconhecimento da importância do projeto acadêmico da Demografia, pelos colegas dos vários institutos que votaram a favor do DD, em momento especialmente grave que as universidades públicas atravessam.

De sua parte, os docentes continuarão cumprindo todas as suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, na Graduação em Ciências Sociais, Geografia e Estatística, no Programa de Pós-Graduação em Demografia, bem como em relação à atuação no Núcleo de Estudos de População “Elza Berquó”.

É importante destacar que o eventual fim do departamento, à curto prazo, não coloca em risco as atividades dos docentes na Graduação e na Pós-Graduação, assim como não impacta nos projetos e orientações em andamento. Mas todos os esforços serão envidados para que isso não ocorra.

Lamentamos a decisão da CAD, mas seguimos, como sempre estivemos, integrados ao guarda-chuva mais amplo das Ciências Humanas, que tem no IFCH seu porto seguro.

Agradecemos as manifestações de apoio e solidariedade recebidas e queremos tranquilizar alunos e colegas. O projeto acadêmico da Demografia na Unicamp continua firme e forte, apesar do contexto adverso que atravessamos.
Campinas, 03 de setembro de 2020.

Docentes do Departamento:
Ana Silvia Volpi Scott (Chefe do Departamento de Demografia)
Everton Emanuel Campos de Lima
Joice Melo Vieira
José Marcos Pinto da Cunha
Luciana Correia Alves
Maria Coleta Ferreira Albino de Oliveira
Roberto Luiz do Carmo
Tirza Aidar

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui