www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 15 de Julio de 2020
17:12 hs.

Twitter Faceboock
ADIAMENTO DO ENEM
Façamos uma grande campanha contra Bolsonaro e Weintraub pelo adiamento da prova do ENEM
Redação
Ver online

Os números oficiais de mortes no Brasil pelo COVID-19 são mais de 7mil, isso sem contar as subnotificação dos casos, nós já ultrapassamos a China, país de origem do vírus. O sistema público de saúde já sofriam profundos sucateamento pelo Governo e Estado, por conta disso os hospitais não conseguem garantir um atendimento público de qualidade, os hospitais públicos no país já entraram em colapso, Manaus infelizmente é um exemplo dessa triste realidade. Governo Bolsonaro que já se mostrou diversas vezes mais preocupado com a economia do que com a vida dos trabalhadores avança com mais uma medida negacionista da realidade, impondo a juventude que faça o ENEM independente da crise sanitária e econômica no país e no mundo.

O comercial do MEC e de Weintraub ignoram totalmente a realidade de milhares de alunos no país, muitos estudantes no país se quer tem acesso à internet e essa crise sanitária e econômica afeta diretamente a classe trabalhadora e a juventude, a grande maioria do povo brasileiro não tem acesso a saneamento básico e tratamento de esgoto, fora o acesso a água potável, água que é uma medida mínima em combate ao coronavírus.

Segundo dados da OMS o Brasil é o maior país deprimido da América Latina, são 12 milhões de brasileiros com problemas psicológicos. O capitalismo é um sistema econômico e político irracional que explora os trabalhadores, sua sede de lucro leva milhões e milhões de pessoas a problemas psicológicos profundos e nessa crise econômica e sanitária de grandes incertezas das nossas próprias vidas a tendência é que isso se intensifique ainda mais.

O coletivo Faísca- Juventude anti-capitalista e revolucionária, chama todos os estudantes do país a participarem da campanha contra a manutenção do calendário do ENEM e o cínico discurso de que estão preocupados com o futuro das novas gerações, enquanto os capitalistas se aproveitam da pandemia para acelerar os ataques e a precarização das nossas vidas. Uma luta que também passa pelo defesa do fim desse do filtro social racista e eletista dos vestibulares, como é o ENEM, que todos os anos excluem os jovens oriundos da classe trabalhadora a ingressar nas universidades públicas. Contra esse Governo de Bolsonaro que despreza as condições de vida dos trabalhadores e da juventude. Por um ensino público superior de qualidade sem vestibular!

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui