www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 28 de Octubre de 2020
05:54 hs.

Twitter Faceboock
CIÊNCIA E SAÚDE
Enquanto cientistas estudam combate ao Covid-19, Bolsonaro prepara corte das bolsas Capes
Redação
Ver online

A Capes, fundação vinculada ao Ministério da Educação, anunciou há dois dias (18) que alterará os critérios para distribuição de bolsas de programas de pós-graduação. De acordo com nota do UOL, até 50% das bolsas do curso 3 e 45% das bolsas do curso 4 podem ser cortadas.

Entidades se manifestam e afirmam que essa medida pode inpactar seriamente as pesquisas na área da saúde que vive uma emergência global por conta da pandemia do COVID-19.

É preciso lembrar que o governo Bolsonaro desde o início vem fazendo de tudo pra acabar com a pesquisa no Brasil. Somente no ano passado Bolsonaro cortou 87% do orçamento do CNPq previsto para 2020, cortou ainda metade do orçamento da Capes para esse ano, cortou mais de 15 mil bolsas vigentes em 2019.

Isto é continuidade do governo Temer, que junto com o Congresso aprovou a Emenda Constitucional 95, a famosa emenda do Teto de Gastos que congelou os investimentos na educação e na saúde, as duas áreas tão emergenciais nesse momento.

É preciso urgentemente derrubar a EC 95, para financiar plenamente os serviços de saúde e as pesquisas nesta área.

Sabemos que nem ao menos os testes para detectar a doença os hospitais estão tendo da maneira que deveria, por isso é preciso defender a distribuição massiva para todos que queiram fazer o teste.

Ainda, devemos estatizar toda a rede superior privada para utilizar toda a capacitade técnica e tecnológica na ampliação da pesquisa sobre prevenção e tratamento do COVID-19.

Leia mais: Contrariando dados científicos, governo Bolsonaro não irá realizar testes em massa para a população

Enquanto a educação e a saúde sofrem cortes até mesmo numa crise pandêmica mundial, os banqueiros lucram cada vez mais às nossas custas, já que quase METADE do orçamento dos gastos com o dinheiro dos brasileiros vai diretamente dívida pública. É preciso não mais pagar essa "dívida" ilegal e fraudulenta.

É preciso lutar por uma ciência que seja do povo, com a estatização de todas as patentes para uso do estado, financiamento irrestrito às pesquisas e à produção pelo estado de todos medicamentos para combater o coronavírus. É preciso estatizar as empresas farmacêuticas que visam ganhar lucro com os kits de testes do covid-19, lucrando com a situação miserável e o abandono do SUS por parte do governo.

Com o ministro Mandetta, que tem rabo preso com empresas privadas da saúde, não haverá saída para a grande massa dos trabalhadores que não poderão pagar os caríssimos medicamentos contra o covid-19. Por isso é preciso que os cientistas se unam à classe trabalhadora, impondo um controle da produção e da pesquisa para que realmente se combata esta pandemia.

Leia mais: Um plano de emergência dos trabalhadores para enfrentar a COVID-19 e o "vírus do capitalismo"

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui