www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Domingo 5 de Julio de 2020
23:43 hs.

Twitter Faceboock
MONARQUIA ESPANHOLA
Panelaço em todo o Estado durante o discurso do rei
Lucía Nistal

A rejeição à coroa inundou bairros e as redes sociais durante o discurso do rei com mensagens claras exigindo que sua fortuna fosse para a saúde pública nesta crise e o fim da monarquia.

Ver online

Todos nós conhecemos o mais recente escândalo de corrupção da família real, a existência de uma fundação em um paraíso fiscal em nome de Juan Carlos I veio à luz, da qual seu filho, o rei, é o beneficiário e depois dele suas filhas, no que aparece uma doação de 65 milhões de euros de origem saudita, presumivelmente relacionada à concessão do Ave a la Meca.

A indignação pelo enésimo caso de corrupção da coroa tem sido enorme. As notícias dos negócios multimilionários da família real são ainda mais graves em um momento que o povo trabalhador sofremos as consequências da grave crise de coronavírus, confinados em em casas, sofrendo demissões ou precisando trabalhar sem as medidas de segurança necessárias.

Por isso, a resposta da Casa Real foi uma afirmação em que ele tentou drenar a crise com medidas meramente cosméticas que não convencem ninguém, exceto Pedro Sánchez, ao que parece, que as teve como exemplares. Não foi até ontem quarta-feira que ele se dignou a aparecer publicamente, mas somente para enviar uma mensagem de unidade nacional e responsabilidade diante da crise.

Mas enquanto Felipe VI apareceu na televisão, muitos saíram na varanda, terraço ou janela em uma panelaço que se multiplicou nos bairros de muitas cidades da geografia do Estado espanhol. Milhares em suas janelas, na falta de poderem se manifestarem nas ruas, exigindo a abolição da monarquia e que sua fortuna seja destinada à saúde pública.

Hashtags anti-monarquicos como #CiaoCorona chegaram aos trending topics e a rejeição do discurso do rei inundou a rede por horas.

Apesar da tentativa de explosão controlada desta crise e do exercício de mirar para o outro lado que foi realizado pelo governo da coalizão, eles não foram capazes de passar despercebidos. É hora de exigir a expropriação de sua fortuna acumulada por décadas nas costas das maiorias sociais para empregar em favor do povo trabalhador nesta crise. É hora de exigir que eles saiam.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui