www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 11 de Diciembre de 2019
08:57 hs.

Twitter Faceboock
DESASTRE AMBIENTAL
População rechaça militares que a mando de Bolsonaro impediram voluntários em praias do NE
Redação

O rechaço de moradores e pescadores pernambucanos contra a ação dos militares que impediram que a população seguisse sua ação de remoção do óleo em praias do Nordeste circulou as redes nesta quarta-feira (23). Rechaço acontece após vários protestos de pescadores e marisqueiros pelo litoral.

Ver online

O rechaço de moradores e pescadores pernambucanos contra a ação dos militares que impediram que a população seguisse sua ação de remoção do óleo em praias do Nordeste circulou as redes nesta quarta-feira (23). Rechaço acontece após vários protestos de pescadores e marisqueiros pelo litoral.

Em um dos vídeos um pescador diz: “Chegamos seis da manhã e o exército às dez da manhã, só pra aparecer na TV. Nós não viemos aqui aparecer. Viemos para garantir as condições da praia. Não será o exército que vai nos conter. Vamos fazer o nosso trabalho.”

Vídeo de moradora denuncia a chegada dos militares que mandaram todos sairem das praias:

O episódio aconteceu na praia de Itapuama, município de Cabo de Santo Agostinho, litoral sul de Pernambuco. As Forças Armadas estariam cumprindo determinação do IBAMA, que agora está sob controle do Ministério do Meio Ambiente e do ministro Ricardo Salles, um dos ministros mais raivosos contra o meio ambiente e marionete das grandes empresas, como as gigantes da mineração e os latifundiários.

Enquanto a população usa seus conhecimentos, sua força e grandes redes de solidariedade para intervir contra mais uma destruição ambiental capitalista, o governo de Bolsonaro busca desarticular essas redes. Quando, na verdade, foi este governo o responsável pela extinção de dezenas de Conselhos que integravam o Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Água (PNC).

É também escandaloso que este governo de extrema direita tente criar um discurso de que a Venezuela seria a responsável pelos vazamentos sem uma prova sequer, mesmo com a notícia e investigação de um barril que foi encontrado similiar a óleo de produção da multinacional Shell.

Não é de hoje que esse governo assume posições catastróficas que servem apenas aos grandes empresários capitalistas. Já vimos esse filme nas tragédias da Vale em Brumadinho, nas queimadas da Amazônia e agora em mais um desastre sócio-ambiental que atinge dezenas de praias do litoral brasileiro. Enquanto destroem o meio ambiente, Bolsonaro vende as riquezas naturais e o pré-sal ao imperialismo.

A população pernambucana e nordestina mostra com suas ações de solidariedade a potência da ação dos trabalhadores junto à população e ambientalistas. Esta é a principal força para combater medidas catastróficas desse atual governo. É também, sem dúvidas, um contraponto à ação dos governadores do Nordeste do PT e do PCdoB que se apoiam nas negociações com Rodrigo Maia e não na ação espontânea da população. A população e os trabalhadores são os que mostram mais uma vez no Nordeste onde está a energia que pode colocar esse governo de extrema direita conta a parede.

Assista ao desabafo de um pescador sobre a situação das praias nordestinas:

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui