www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 9 de Diciembre de 2019
15:20 hs.

Twitter Faceboock
COSTA RICA
Costa Rica: a luta universitária contra o orçamento do governo
Esteban Fernández

Nessa quarta-feira, 22, uma mobilização convocada por as cinco reitorias das universidades públicas, as cinco federações estudantis, os cinco sindicatos das universidades e os cinco Conselhos Universitários, foi realizada para exigir o fim de uma política de “redirecionamento” por parte da Ministra da Fazenda, Rocío Aguilar.

Ver online

Essa política da ministra significava mais de 4000 demissões e o fechamento de 5000 cotas, e transferiu esse dinheiro, originalmente 70 bilhões de colones (cerca de 120 milhões de dólares) a infraestrutura e afins.

A mobilização contou com a presença de dezenas de milhares de pessoas que basicamente “tomaram” a Fonte da Hispanidad, lugar emblemático para a luta de classes da Costa Rica. Depois marcharam à Casa Presidencial, onde na parte da tarde foi anunciado um compromisso entre as reitorias, o governo e o Diretório da Federação de Estudantes da UCR.

A mobilização conquistou dois objetivos importantes. Em primeiro lugar, evitaram a política de “redirecionamento” do governo, que não envolverá demissões ou ataques ao movimento estudantil.

Em segundo lugar, o movimento estudantil conseguiu representação na comissão de negociação da FEES, uma reivindicação muito antiga do movimento estudantil, o que demonstra que a distribuição do imposto universitário pode e deve ser democratizado

Ficou no ar uma sensação de vitória parcial e de grande desconfiança frente ao governo e as reitorias, já que os compromissos alcançados entre as partes não constituíram nenhum acordo concreto, e claramente estão voltados a impor um alinhamento de todos os servidores universitários atrás das reitorias e de todo o movimento estudantil atrás dos diretórios -federativos.

Esta manobra muitas vezes já foi aplicada pelos mesmos atores políticos e por isso não gerou o mesmo efeito que em outros momentos. Nesse sentido, o governo despejou a repressão sobre a Universidade Nacional para “disciplinar” todo o movimento estudantil e gerar pressão psicológica com os compromissos atingidos, para tentar desativar todo o movimento. Está para se ver se terão sucesso.

Por hora, não houveram posições oficiais de todas as assembleias estudantis que se formaram de maneira espontânea na Ciências Sociais, Educação, Letras, Arquitetura, Direito, Sede do Ocidente, Sede do Pacífico, Sede de Liberia, etc. Algumas das quais mantem ocupações há mais de uma semana.

Essa onda de assembleias e ocupações de faculdades é inédita por mover-se sobretudo contra o governo, as reitorias e os diretórios estudantis, que são os mesmos atores políticos que firmaram o compromisso mencionado acima.

Lutemos contra o caráter elitista do modelo educativo neoliberal

Desde o La Izquierda Diario defendemos a necessidade de que o movimento de trabalhadores e estudantes arranquem triunfos históricos. É necessário questionar o empréstimo ao Banco Mundial e todo o sistema universitário repleto de assédio laboral, sexual, etc. É necessário ir até a raiz do problema: o caráter elitista que impõe o modelo de educação neoliberal, onde uns poucos ganham muito a custo da pobreza de milhares.

Por isso propomos que o orçamento pago pelo Banco Mundial seja usado em função da contratação coletiva de todos os trabalhadores interinos e o reconhecimento da bolsa de estudos como um direito das e dos estudantes. Essa política seria também um exemplo de como podemos deixar de pagar a dívida externa e que esses recursos sejam “redirecionados” em função das necessidades do povo trabalhador.

Além disso, chamados a transformar a forma de eleição em toda a universidade, dando lugar ao voto universal, direto e secreto de toda a comunidade universitária: docentes, estudantes e trabalhadores em todos os postos de mando começando pela reitoria.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui