www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 10 de Diciembre de 2019
15:29 hs.

Twitter Faceboock
APOIO À LUTA NO CHILE
Quilombo Vermelho manifesta total apoio a luta dos chilenos contra Piñera e a herança de Pinochet
Quilombo Vermelho

Confira a declaração dos militantes do Quilombo Vermelho em apoio à radical luta que os trabalhadores chilenos protagonizam.

Ver online

Nós, militantes do Quilombo Vermelho, declaramos nosso apoio e solidariedade ao povo chileno, aos trabalhadores e a juventude que hoje mostram nas ruas, através de uma grande rebelião popular que tomou o país inteiro, o caminho para enfrentar os militares e a direita de Piñera, herdeira da ditadura pinochetista.

A revolta que começou com catracaços, panelaços, manifestações, barricada e confrontos contra política, por conta do aumento da tarifa de metrô combatida num primeiro momento pelos estudantes secundaristas, logo ganhou simpatia de setores mais amplos de trabalhadores e populares e tomou a proporção de enfrentamento contra o regime chileno e suas heranças da ditadura.

Piñera instaurou o estado de emergência e o toque de recolher em várias cidades chilenas para reprimir brutalmente a juventude e os trabalhadores colocando a região metropolitana sob comando das Forças Armadas, hoje já tem 8 mortos e mais de 1.400 detidos. Mesmo assim, a juventude e os trabalhadores não saíram das ruas e continuam se enfrentando com o exército e com o regime de Piñera. Na paralisação de hoje o maior sindicato de mineradores do Chile aderiu e chamou uma greve geral, assim como os portuários paralisaram 20 portos aderindo também as paralisações de hoje.

O povo chileno, os trabalhadores e a juventude, assim como os povos indígenas no Equador, mostram para toda a América Latina o caminho para se enfrentar com a direita regional, nas ruas, com os métodos da luta de classes, com barricadas, greve geral e paralisações dos setores estratégicos da produção. Esse é o caminho para enfrentar a perseguição que nós negros sofremos, no Rio de Janeiro, por exemplo, nas favelas com as operações policiais já assassinaram mais de 1.300 pessoas em 10 meses, atacam a cultura negra, como no caso da prisão racista do DJ Rennan da Penha e a precarização da vida da juventude negra que só tem se aprofundado.

São esses métodos de luta e com uma estratégia pra vencer que podemos fazer Bolsonaro e seus aliados racistas tremerem, barrar a reforma da previdência e todos os ataques que estão dados. A força dos trabalhadores e da juventude chilena nos inspira para enfrentar o Estado e a violência policial que assassina crianças como a Ágatha. Esse também é um recado a direita que pensou que ia dominar a América Latina: a luta de classes voltou a cena. Todo nosso apoio e solidariedade aos trabalhadores e a juventude chilena! Rumo a greve geral e abaixo o estado de emergência! Que os militares saiam das ruas! Pela estatização dos transportes sob controle dos trabalhadores e usuários.

Foto: JAVIER TORRES/AFP/21-10-2019

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui