www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 22 de Octubre de 2019
02:10 hs.

Twitter Faceboock
Em Ribeirão Preto jovem de 24 anos morre após levar um "mata-leão" de um segurança no bar
Redação

Na última madrugada um jovem de 24 anos morreu após levar um mata-leão do segurança no bar em Ribeirão Preto (SP). Uma briga iniciada por conta de uma foto que o jovem havia tirado do local, levou a morte dele.

Ver online

Após tirar uma foto, que segundo testemunhas enviaria a uma amiga, foi abordado por seguranças do local. A briga levou o jovem a receber um "mata-leão" de um dos seguranças que o tirou do local, isso pode-se ver nas gravações de segurança do bar, segundo testemunhas, o jovem teria levado outro "mata-leão" na área externa do bar onde o jovem foi deixado, seus amigos avisados que ele estava desacordado, chamaram o SAMU e tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu. (Fonte: Notícias Uol)

Mais um jovem que é morto pela segurança e defesa da propriedade privada de uma forma totalmente abominável e desumana. O uso e abuso do poder levam muitos jovens a morte, os casos são muitos, onde primeiro se mata depois pergunta, ou justifica no caso.

São casos como esse, ou de Evaldo que teve o carro alvejado com 80 tiros, ou o jovem que também morreu de um "mata-leão" no Rio de Janeiro, Jeniffer, Maria Eduarda, Marcos Vinícius, Amarildo e muitos mais que o pacote "anti-crime" de Sérgio Moro quer legitimar, quando propõe que policiais tenham redução ou até isenção de pena em caso de alegarem “excesso decorrente de escusável medo, surpresa ou violenta emoção”.

Isso é carta branca para matar. Isso é legitimar o assassinato que já ocorre da juventude negra, isso é legitimar que pequenos desentendimentos levem a morte como no caso em Ribeirão Preto. Todos os ataques vindo do governo Bolsonaro, tendo Moro ao seu lado, querem nos fazer morrer da pior forma, ou pelas mãos das autoridades, ou em trabalhos ultra precários, jornadas extensas e condições de vida ainda mais diminuídas e aos que resistirem trabalhar até morrer com a reforma da previdência.

Leia Também: Com “Pacote anticrime” de Moro policial poderá sair impune se matar por "medo ou surpresa"

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui