www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Viernes 24 de Mayo de 2019
01:44 hs.

Twitter Faceboock
CHUVAS - TRAGÉDIA ANUNCIADA NO RIO
Falta de manutenção deixa chuvas destruírem a Unirio
Redação

A falta de manutenção nos prédios na Unirio (universidade federal) levou à uma destruição imensa nos prédios do Centro de Letras e Artes com as fortes chuvas no Rio. Veja as imagens.

Ver online

As fortes chuvas no Rio de Janeiro, graças ao descaso dos governos, são tragédias anunciadas anuais. Já são diversos mortos e o próprio prefeito Marcelo Crivella admitiu que a sirene de alarme não tocou no Morro da Babilônia.

Na Unirio, cujo campus que abriga o Centro de Letras e Artes fica ao lado do Morro da Babilônia, os estragos foram imensos. A água, sem lugar para escoar, desceu pelo morro e invadiu a Unirio, causando uma enchente que não apenas destruiu o patrimônio da universidade, mas deixou estudantes e funcionários isolados, obrigados a permanecer nos prédios até de manhã. Fotos e vídeos foram feitos por estudantes:

O sindicato dos professores da Unirio emitiu uma nota sobre o ocorrido:

"A Adunirio vem a público manifestar solidariedade com os/as professores/as, técnicos/as, estudantes e terceirizados/as do Centro de Letras e Artes (CLA) da nossa universidade, em particular aqueles/as do Departamento de Cenografia. Durante o intenso temporal que atingiu a cidade do Rio de Janeiro na noite da segunda-feira e madrugada da terça-feira, o térreo do Bloco 3 foi inundado e coberto de lama e uma enchente que desceu com força do Morro da Babilônia quebrou janelas, resultando na perda de muitos materiais, instrumentos e equipamentos.

Expressamos também nossa solidariedade com a Universidade Federal Fluminense (UFF), onde cedeu o forro do teto do refeitório 1, no campus Gragoatá, em Niterói, resultando na interdição do local por tempo indeterminado, e com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde a defesa civil interditou o prédio da Faculdade de Educação no campus Praia Vermelha enquanto avalia o risco de desabamento do teto.

É importante ressaltar, ainda, que as péssimas condições estruturais dos prédios não é algo ligado estreitamente às chuvas, mas aos cortes orçamentários promovidos pelo governo federal e à falta de investimento na infraestrutura das universidades em geral, resultando na deterioração dos prédios.

Na Unirio, a direção da Escola de Medicina e Cirurgia (EMC) viu-se obrigada a atrasar o início das aulas este semestre devido a problemas no prédio da rua Professor Gabizo que ainda não foram totalmente resolvidos, e o casarão histórico que abriga o Centro de Ciências Jurídicas e Políticas (CCJP) encontra-se faz anos com severas falhas estruturais.

Convidamos a comunidade acadêmica a levar materiais de limpeza e participar do mutirão de limpeza no CLA que está sendo organizado pelo centro e acontecerá a partir das 10h, na quarta-feira, dia 10 de abril."

Leia também: Reitorias da UERJ, PUC, UFRJ e UFF cancelam aulas, mas obrigam terceirizados a trabalhar

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui