www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Viernes 24 de Mayo de 2019
02:57 hs.

Twitter Faceboock
CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA
22M: Trabalhadores da USP bloqueiam entrada universitária e exigem às centrais paralisação nacional
Redação
Ver online

Os trabalhadores da USP fizeram ato esta manhã, trancando o portão 1, contra a reforma da previdência, como parte das mobilizações da jornada de luta do 22M, convocado pelas centrais sindicais. Aprovado em assembleia dos trabalhadores, o ato teve como mote "Abaixo a reforma da previdência de Bolsonaro! Exigimos que as centrais sindicais construam a greve geral pela base!". Às 17h os trabalhadores da USP se unificarão ao ato geral no MASP.

É preciso lutar contra essa reforma que, diferente do que dizem as mentiras da mídia, vai vir para manter privilégios de políticos e militares e atacar o conjunto da classe trabalhadora fazendo com que trabalhem até morrer (morram trabalhando), gerando mais desemprego, trabalho precário, falta de educação, saúde e moradia, tudo isso para continuar pagando a dívida pública aos banqueiros e imperialistas.

Apesar da urgência do tema, as centrais sindicais já mostraram essa manhã, em distintos lugares do país, que não fizeram nada para organizar um sério dia de paralisação nacional, construído pelas bases das categorias, convocando assembleias e medidas de mobilização efetivas. É preciso que as centrais sindicais como a CUT e a CTB (dirigidas respectivamente pelo PT e PCdoB) parem com sua demagogia e sua trégua ao governo Bolsonaro, e organizem seus milhares de trabalhadores filiados para rechaçar profundamente esse ataque contra nossa aposentadoria.

Abaixo publicamos a intervenção de Marcello Pablito, dirigente do Movimento Revolucionário dos Trabalhadores (MRT) e diretor do SINTUSP:

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui