www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Sábado 17 de Agosto de 2019
11:01 hs.

Twitter Faceboock
HAVAN
Dono da Havan quer gerência militar na nova loja em Caxias do Sul/RS
Redação Rio Grande do Sul

O bilionário, dono da rede de lojas Havan, Luciano Hang pediu indicação de ex-militares para trabalhar em sua nova loja em Caxias do Sul (RS). Luciano Hang ligou para o comandante do 3º Grupo de Artilharia Antiaérea pedindo as indicações para cargos de gerência, pois quer funcionários “com esse perfil”.

Ver online

Luciano Hang ja é conhecido como fiel eleitor do Bolsonaro e suas ideologias reacionárias e conservadoras, e agora quer implementar uma gerência militar em suas lojas. Fan dos militares na política, Hang querer gerentes “com esse perfil” só pode significar a implementação de uma linha-dura contra seus funcionários

Os funcionários já sofrem diversas repreensões dentro empresa, na qual os empregados ja não tem liberdade de se posicionar. Em depoimento, trabalhadores da Havan alegam que desde abril do ano passado (2018) suas rotinas de trabalho eram repletas de assédio, coação, insegurança e medo. “Ninguem se manifesta por medo”, disse uma das trabalhadoras.

Em época eleitoral, Luciano Hang fez um vídeo dentro de um dos seus estabelecimentos onde aparece a frente de um “batalhão” de funcionários, todos com uma camiseta fazendo apologia a bandeira do Brasil e as cores do candidato Bolsonaro. A frente de seus funcionários, aparece Luciano ameaçando “jogar a toalha” caso Bolsonaro perdesse, dando a entender que seus funcionários também sairiam perdendo. Além disso, proclamou frases típicas da extrema direita como: "contra a volta do comunismo".

Em vídeo, as palavras exatas do dono da empresa são: “30% dos colaboradores vão votar brancos e nulos […] Se você não for votar, se você anular seu voto ou votar em branco, e depois do dia 7, o nosso país, lamentavelmente, ganha a esquerda, até eu vou jogar a toalha. A Havan vai repensar o planejamento, talvez não abra mais lojas. Se eu não abrir mais lojas, ou se andarmos para trás, você está preparado para sair da Havan?”.

Luciano Hang é a mais escancarada face degenerada dos empresários bilionários, reacionários que além de aplicarem uma forte ditadura patronal em suas empresas, aplaudem o governo Bolsonaro, os militares e cada retrocesso que o governo impõe ao direitos dos trabalhadores em prol do lucro dos grandes empresários.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui