www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 23 de Septiembre de 2019
05:08 hs.

Twitter Faceboock
FRANÇA
Os Coletes Amarelos de volta às ruas para o 13° ato
La Izquierda Diario

Depois de mais de 2 meses de mobilização, 64% da população francesa segue apoiando os coletes amarelos. Em um novo sábado de mobilização, os coletes amarelos começaram o dia com grande determinação. O governo respondeu desde cedo com uma dura repressão que deixou vários feridos, um dos quais perdeu sua mão.

Ver online

As manifestações foram chamadas em todo o país desde lgo cedo para marchar durante todo o dia contra Macron e seu governo. Nas cidades maiores, como Paris, Marseille, Tolouse, Bordeaux, as fileiras seguem aumentando. Em Paris a manifestação chegou próxima da Assembleia Nacional e teve um ferido grave. Desde lá, se dirigiu até o Senado, em meio a um forte operativo policial.

Numa tentativa do governo de retomar o controle da situação com a multiplicação das ações de repressão selvagem contra os coletes amarelos e a oposição (como a requisição na casa do candidato da ‘Francia Insoumisa’, Emmanuel Bompard, e da sede do diário Mediapart), este sábado não foi a exceção e, em comparação com outros dias de mobilização, desta vez a polícia reprimiu desde muito mais cedo e de maneira muito violenta. Há um vídeo que já circula na internet, que mostra como um jovem manifestante e fotografo perdeu sua mão pela explosão de uma granada GLI F4 (artefato usado pela polícia francesa para repressão).

O jornal Mediapart publicou no sábado (9) um mapa das violências policiais desde o início das mobilizações, nas quais houveram mais de dois mil feridos, mais de 410 demandas, 19 olhos perdidos, 4 mãos arrancadas, 183 feridos na cabeça e 1 morto.

Segundo as pesquisas publicadas pelo YouGov neste último dia 7 de fevereiro, 64% da população segue aprovando os coletes amarelos, enquanto 77% considera o movimento como “justo”, e 52% acredita que é necessário seguir a mobilização. Uma má notícia para o governo, com 73% de opiniões desfavoráveis a Macron e 69% para seu Primeiro Ministro, Edouard Philippe.

Enquanto há dois meses o governo e os meios de comunicação bombardeiam a opinião pública com “propaganda anti-coletes amarelos”, fica muito claro que não conseguiram o efeito desejado já que o apoio popular à luta dos coletes amarelos continua.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui