www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Sábado 24 de Agosto de 2019
19:49 hs.

Twitter Faceboock
RIO GRANDE DO NORTE
Trabalhadores da saúde do RN entram em greve contra cortes de Fátima Bezerra (PT)
Redação Esquerda Diário Nordeste

Os servidores estaduais da área da saúde do Rio Grande do Norte são a primeira categoria a entrar em greve por tempo indeterminado no estado, cuja mobilização terá início no dia 5 de fevereiro, quando será realizado um ato unificado ao conjunto dos servidores do estado em frente à Governadoria.

Ver online

O conjunto dos servidores do estado vem sofrendo com não pagamento dos salários de novembro e dezembro de 2018, além de não terem recebido o seu 13º de 2018 e de 2017. Soma-se a isso a decisão da recém empossada governadora do RN, Fátima Bezerra, de parcelar os salários de janeiro e fevereiro, aceita pelo Fórum de Servidores.

No último dia 21, por via de um decreto, a governadora ainda suspendeu o direito a licença-prêmio, que garantia a servidores com estabilidade um período de licença remunerado, mas que foi revogado no dia 23 graças à resposta organizada dos servidores.

A situação é desastrosa para a saúde do estado, em que servidores sequer tem dinheiro para ir trabalhar, o que pode levar a problemas como falta de funcionários para atender pacientes, que já ocorreu no ano passado, devido ao mesmo problema com atraso de salários.

Além do descaso com os servidores, o governo do estado segue colocando a conta da crise para ser paga precarizando ainda mais a saúde do estado. A cena de hospitais lotados, longas agendas para realização de atendimento e cirurgias, já é parte da rotina e cada vez tem se agravado mais.

O hospital Walfledo Gurgel, um dos maiores do Rio Grande do Norte e que atende não somente a população da capital, mas das cidades do interior, tem deixado cada vez mais pacientes em macas amontoadas nos corredores, faltado com insumos e medicamentos, e deixado filas com mais de 1,3 mil pacientes que necessitam passar por um procedimento cirúrgico.

Por essa situação que o Esquerda Diário desde já se solidariza com a greve dos servidores do estado do Rio Grande do Norte e repudia a política de Fátima Bezerra (PT) de colocar a conta da crise do estado nas costas dos servidores e da população que depende da saúde pública. Uma política que segue administrando a crise capitalista do estado aos modos que o ex-governador se propôs de, através do Plano de Recuperação Fiscal, sucatear os serviços públicos e privatizar o que for possível. O estado de calamidade financeira do RN foi decretado como primeira medida de seu mandato, mas só aponta pro caminho de seguir descarregando a crise nas costas da classe trabalhadora.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui