www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 14 de Octubre de 2019
04:15 hs.

Twitter Faceboock
CORRUPÇÃO EDUARDO CUNHA
“Aqui se atrasa, mas não falha” diz Eduardo Cunha sobre corrupção
Redação

Relatório da polícia federal, com base em gravações de conversas do ex-deputado Eduardo Cunha com outros políticos, revela acordos de propina com representantes das empreiteiras no Rio de Janeiro.

Ver online

Os esquemas de corrupção que Cunha estava envolvido são das mais variadas frentes, além de propinas com as empreiteiras, há casos também envolvendo nomeações de cargos e até mesmo vagas em hospitais do Rio de Janeiro, evidenciando toda a podridão de Cunha e de diversos políticos que não medem esforços para manter seus privilégios.

Em uma das gravações reveladas pelo relatório, o presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) diz à Cunha “Chegou! Valeu. Agradeça lá” se referindo à propina da Carioca Engenharia, mesma empresa que também teria pago propina ao secretário de obras de Eduardo Paes no Rio de Janeiro para construção de obras públicas, e Cunha teria respondido “Aqui se atrasa, mas não falha”, mostrando a que objetivos estava empenhado.

Além disso, o relatório conclui que o ex-deputado exercia pressão para controlar e indicar nomes para cargos estratégicos em seus esquemas de corrupção, como mostra suas conversas com o senador Romero Jucá do PMDB, em que Cunha teria indicado nome para a Diretoria Internacional da Petrobras, um esquema que tem relação com a compra de direito de exploração de campos de petróleo, em Benin, na África.

Cunha foi condenado à 15 anos de prisão pelo juiz Sérgio Moro, pelas investigações nestes casos de propina e segue sendo investigado em outros casos. O ex-deputado foi uma peça importante para o golpe e todo o aprofundamento dos ataques aos direitos dos trabalhadores e da população que estão pagando a conta da crise econômica, para que os capitalistas continuem mantendo seus lucros exorbitantes.

Manter os lucros dos capitalistas e jogar a conta da crise nas costas dos trabalhadores é também o objetivo da operação lava-jato, com sua farsa de punição aos corruptos, quer abrir mais espaço ao Imperialismo e fazer as empresas estrangeiras se consolidarem ainda mais para multiplicar seus lucros, isso em detrimento das nossas vidas e do nosso futuro como podemos ver com a Reforma Trabalhista e da Previdência. Por isso, também não podemos ter nenhuma confiança nesse judiciário corrupto e privilegiado, só uma mobilização independente dos trabalhadores e da juventude, em cada local de trabalho e estudo, pode dar uma saída para a crise e toda podridão da corrupção, que é estrutural ao sistema capitalista.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui