www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Domingo 13 de Octubre de 2019
22:20 hs.

Twitter Faceboock
PUC RIO
A direita reacionária da PUC-Rio mostra sua cara já no 1º dia de aula
Renato Ferraz

Não era de se esperar que eles não retornariam, após defenderem em assembléias e plenárias a PEC 55 – que congela investimentos por 20 anos na Educação e na Saúde – e ameaçarem de desocupar a universidade de maneira violenta, a direita reacionária e neoliberal da PUC-Rio mostra, mais uma vez, sua cara.

Ver online

Ontem, segunda-feira (6), o primeiro dia de aulas na universidade é conhecido por ser um evento organizado pela própria instituição para apresentar para os alunos recém chegados o campus da universidade e a dinâmica da vida acadêmica. O Reitor, Pe. Josafá, o Vice-Reitor Comunitário, Prof.º Augusto Sampaio, a Pastoral Universitária Anchieta e o DCE, foram as instituições da universidade agraciadas com tempo de fala, excluindo, dessa forma, todos os coletivos da PUC-Rio por ordem expressa da Vice-Reitoria Comunitária.

O DCE em seu momento de fala, apresentou a importância do Coletivo Nuvem Negra, Coletivo Madame Satã, Coletivo Vila, Coletivo Bastardos e Coletivo de Mulheres para a construção do movimento estudantil dentro da universidade. Além disso, a preocupação da chapa Renova com os grupos menos favorecidos foi reivindicada não só em alusão ao golpe institucional, mas também em referência aos ataques aos direitos dos trabalhadores orquestrado pelo golpista Temer.

Uma fala que indica uma luta democrática por aqueles que mais sofrem com os ataques de Temer e Pezão, os trabalhadores e os filhos da classe trabalhadora, no caso dessa universidade, os alunos e alunas negras, periféricas e bolsistas, foi o bastante pra começar xingamentos e ofensas nas redes sociais contra a chapa Renova.

Essas agressões podem ser vista na página do DCE PUC-Rio Raul Amaro, na publicação do vídeo (gravado em tempo real) da apresentação da chapa Renova no 1º dia na PUC. Não cessaram xingamentos, ridicularizações feitas à companheira que discursava e católicos com discursos de ódio contra os coletivos.

A direita da PUC-Rio não tardou em mostrar sua cara e seu caráter fortemente elitista e reacionário, se contrapondo a qualquer pauta democrática levanta pela chapa Renova, mas não só isso, destilando todo seu ódio aos bolsistas e alunos pobres da universidade.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui