Mundo Operário

PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE

Witzel anuncia privatização da CEDAE e deve publicar cronograma até o fim do ano

Wilson Witzel pediu ao BNDES que seja refeito o estudo técnico que dirigirá a privatização da empresa, e disse que espera anunciar, até dezembro, um cronograma para o processo.

segunda-feira 26 de agosto| Edição do dia

Conforme foi originalmente reportado pelo jornal O Globo, o governador do Estado, Wilson Witzel, anunciou nessa segunda feira que pretende fazer um plano para privatizar a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro até setembro do ano que vêm. O processo de privatização da empresa começou com o antigo governador, Luis Fernando Pezão. Após uma forte greve, a privatização foi aprovada, porém até o presente momento não havia um plano definido para como ia se dar o projeto. Neste sentido, o governador Witzel está dando continuidade ao projeto privatista iniciado com seu antecessor. O governo do Estado pediu ao BNDES que refaça o estudo que deve ditar o cronograma de privatização. Além de privatizar o serviço de água e esgoto, também está na mesa a venda de parte das ações da estatal já existente para o capital privado. “A Cedae vai ser privatizada nessa parte de água e esgoto e há a possibilidade da realização de IPO, a venda de parte das ações da Cedae, que seria uma outra possibilidade porque o estado do Rio precisa alavancar recursos.”, declarou Witzel.

Veja o nome de cada deputado que votou pela privatização da CEDAE para vender a água do Rio

“Até dezembro, devemos ter uma notícia pública do processo de privatização e nós obrigatoriamente temos que cumprir o cronograma até setembro do ano que vem” seguiu, afirmando também que “Estamos preparando a empresa para ter maior valor de venda no mercado”.

Relembre: Juventude Faísca presta solidariedade à luta na CEDAE e UERJ

Witzel, que já mostrou mais de uma vez seu ódio e desprezo pelos trabalhadores da CEDAE, se prepara e avança a passos largos para entregar a empresa para o capital privado, para que possam lucrar vendendo água e saneamento - direitos básicos - como commodities, alheios às necessidades dos milhões de pobres do Rio de Janeiro que ainda sofrem com a falta de saneamento básico.

Veja: Witzel exala ódio aos trabalhadores: “vou privatizar a CEDAE, vou privatizar tudo!”

Sob a farsa do “Regime de Recuperação Fiscal”, Witzel segue a entrega do patrimônio do Estado do Rio para os tubarões da máfia carioca.

"Temos que cumprir com a privatização, tendo em vista que é uma exigência e o estado precisa fazer a privatização, porque estamos com déficit de caixa. Para o ano que vem, a venda da Cedae é fundamental para poder manter o programa de Recuperação Fiscal.” disse Witzel.

Ver também: Lucros da CEDAE crescem 52%, mas serviços avançam 0,6%. O que está por trás dos números?

Quem sai perdendo são os trabalhadores, que já vêm sofrendo com a precarização, a falta de novas contratações e a superexploração, sem falar na população, já não tendo um serviço adequado de tratamento de esgoto, agora fica a mercê do cartel de capitalistas que esperam ansiosamente para dar o bote sobre a CEDAE.

Construir uma grande luta em defesa da CEDAE! Que a CEDAE possa ser vanguarda do movimento operário contra os ataques de Witzel e Bolsonaro!

Apesar do anúncio, Witzel sabe que enfrentará uma pedra em seu sapato. Em 2017, quando o então governador Pezão começou a privatização da empresa, os cedaianos protagonizaram uma forte greve - que foi inclusive duramente reprimida, atraindo a simpatia de toda a população carioca. Apesar da privatização ter passado, a greve da CEDAE foi um grande marco de combatividade e foi referência no país todo. Frente aos incremento às ações de Bolsonaro e Witzel que pretendem incrementar os ataques que já vinham em curso com Temer e Pezão, acreditamos que é retomando o espírito de combatividade já mostrado pelo cedaiano que seja o caminho para derrotar esses ataques. Esse exemplo, pode servir inclusive de exemplo para incendiar o resto dos trabalhadores do país e abrir caminho para derrotar os ataques que os capitalistas e seus governantes querem nos impor!

Relembre a luta da CEDAE: Rio de Janeiro mostra o caminho pra derrotar os ataques de Temer

Por isso, é imprescindível uma luta em defesa incondicional da CEDAE contra o anseio privatista de Witzel e dos capitalistas, e igualmente uma luta para que ela, que atualmente serve ao punhado de capitalistas e governantes que a regem, seja 100% estatal! Que seja gerida pelos próprio trabalhadores e controlada pela população! É nessa luta que o Movimento Revolucionário de Trabalhadores, assim como a Juventude Faísca seguem lado a lado com os trabalhadores da CEDAE, já de longa data acompanhando as batalhas contra os planos de provatização de sucessivos governos e participando ativamente das greves e processos de luta, sempre com a perspectiva de um projeto independente, dos trabalhadores, e que, sem depositar confiança alguma nos Witzels, Pezões, e quaisquer outros, dê uma alternativa de classe para lutar contra os ataques e impor que sejam os capitalistas que paguem pela crise que eles mesmos criaram, e não nós, com nosso trabalho e nosso patrimônio! Colocamos, sempre, o Esquerda Diário a serviço dessa luta.

A CEDAE é do povo! Contra a privatização! CEDAE 100% estatal, sob gestão dos trabalhadores e controle popular! Água não é mercadoria!




Tópicos relacionados

CEDAE   /    Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar