Sociedade

OPINIÃO

Violência policial na Rocinha já somam 34 mortos e 20 feridos em 4 meses

A violenta operação policial na Rocinha, Zona Sul do Rio de Janeiro, já soma 34 mortos segundo dados da PM, homens e mulheres que a policia identifica como criminosos e assassina sem direito a voz.

sexta-feira 26 de janeiro| Edição do dia

Operação da PM na Avenida Niemeyer Foto: Pedro Teixeira / Agência O Globo

Desde setembro do ano passado houve duas mortes por semana, com o pretexto de combate ao trafico e ao crime organizado a policia invade a vida de uma comunidade e mata em 4 meses 32 moradores e uma turista. Um policial foi morto também durante esses confrontos.

A ação da policia na comunidade da Rocinha tem um caráter extremamente violento e opressor desde seu inicio no final do ano passado, policiais com caveiras e armados até os dentes ocuparam a comunidade, num claro retrato de repressão aos moradores. Mascarada de “combate ao crime organizado” legitima sua ação de repressão e violência contra a população.

Saiba Mais: Máscaras de caveira são a cara do desrespeito aos direitos constitucionais na Rocinha

Agora começam o ano de 2018 num cenário de guerra. Moradores que não podem sair de casa com medo da insegurança instaurada. Nas redes sociais postam vídeos e imagens denunciando esse cenário. A policia que supostamente combate as drogas, chega carregada de armas, atirando primeiro, perguntando depois, quem sofre com tudo isso é a população que sofre com a militarização nas ruas por um suposto combate as drogas.

Leia Também: Cenário de guerra no Rio de Janeiro nesta quinta e quem paga é o trabalhador




Tópicos relacionados

PM   /    Sociedade   /    Violência Policial   /    Negr@s

Comentários

Comentar