Gênero e sexualidade

MACHISMO

Violência contra a mulher: em 2016 foram 135 estupros e 12 assassinatos por dia

Pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgada nesta segunda-feira (30) revelou o aumento da violência contra mulher entre 2015 e 2016. Segundo levantamento, a cada 10 minutos uma mulher foi estuprada no Brasil.

segunda-feira 30 de outubro| Edição do dia

O 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, pesquisa realizada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, evidenciou a violência contra mulher em todo território nacional em 2016. As informações tiveram por base os dados disponibilizados pelas Secretarias Estaduais de Segurança Pública e/ou Defesa Social.

Em 2016 houve 49.497 casos de estupro registrados no Brasil, aumento de 3,5% em relação a 2015. Os estados que tiveram as maiores variações foram Amazonas, Paraíba e Goiás. São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná seguem como os estados que registram as maiores (números absolutos) estatísticas de estupro.

Ao todo 5.190 mulheres foram mortas em 2016 no Brasil, ou seja, uma mulher morta a cada duas horas pelo machismo. Destas, 533 foram qualificadas como feminicídio (aumento de 11,4% em relação ao ano anterior) e 4657 como crime violento letal intencional (soma das categorias de homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte).


Fonte: 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública

Cabe ressaltar que se trata de dados subestimados, uma vez que parcela significativa das mulheres não registram as ocorrências da violência sofrida. Ainda assim, os dados são alarmantes e evidenciam a necessidade urgente da ampla discussão de gênero e do combate ao machismo.

No entanto, o governo Temer e a sua base aliada reacionária têm caminhado na contramão das necessidades das mulheres e em consonância com o aumento das
estatísticas apresentadas na pesquisa. Isso fica evidente, por exemplo, com o Projeto Escola Sem Partido, que busca censurar a discussão de gênero e sexualidade nas escolas e fazer com que prevaleçam os discursos enraizados no patriarcado.

Veja também: "Circula no Senado consulta para retirar o Feminicídio do Código Penal"




Tópicos relacionados

Feminicídio   /    Machismo   /    Estupro   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar