CORONAVÍRUS

Vigilância lacra Atento por covid-19, mas chefia obriga a voltar a trabalhar

A empresa de telemarketing foi lacrada pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Bernardo após a morte de uma funcionária de 55 anos durante expediente. Entretanto, denúncias de funcionários apontam que a empresa continua funcionando.

domingo 22 de março| Edição do dia

Segundo denúncia publicada no ABCD Jornal nessa sexta-feira (20), A Atento, do ramo de Telemarketing, foi alvo da Vigilância Sanitária de São Bernardo após notificar a morte de uma funcionária de 55 anos, no sábado (14), que passou mal durante o expediente e é suspeita de covid-19. A empresa foi notificada para adequar sua estrutura, que não seguia as medidas recomendadas para combater o vírus. Entretanto, o não cumprimento dessas normas no tempo exigido causou a lacração da empresa na última sexta (20), que foi acompanhada por um protesto dos funcionários por melhores condições de trabalho.

A Atento afirmou em nota que a empresa realmente foi fechada. Entretanto, denúncias de funcionários contradizem essa versão.

Não podemos deixar que o lucro das empresas capitalistas valham mais que nossas vidas. Bolsonaro assinou um decreto que enquadra call centers como “serviço essencial”, após protestos que ocorreram em todo o país como o da Atento. Sabemos que esse decreto é um ataque aos trabalhadores de telemarketing, que segue sendo um dos ramos mais precarizados. Exigimos que a Atento siga fechada, sem prejudicar nenhum dos seus trabalhadores. É urgente testes massivos gratuítos para todos que tiveram contato com a funcionária que faleceu, e, para além disso, para toda a população.

* * * * * * * * *
CORONAVÍRUS: ENVIE SUA DENÚNCIA
Contato / WhatsApp / Signal / Telegram: +55 11 97750-9596
E-mail: [email protected]

Contribua com o Esquerda Diário!

Siga o Esquerda Diário nas redes sociais!
Youtube: Esquerda Diário
Instagram: @esquerdadiariooficial




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Call Center   /    Telemarketing

Comentários

Comentar