Política

RIO GRANDE

Vereadores de Rio Grande aumentam seus salários em meio à demissão de 3.200 trabalhadores da cidade

sexta-feira 16 de dezembro de 2016| Edição do dia

Em meio à crise econômica e um forte ajuste contra os trabalhadores e a juventude os vereadores da cidade de Rio Grande no extremo sul do Rio Grande do Sul, aprovam nessa ultima quarta-feira (14), aumento de 10,33% em seus salários. O projeto que prevê o aumento foi votado por 6 parlamentares contra 4. Dez vereadores não comparecerem à votação.

Antes da aprovação o salário era de R$ 11.209,00, com a aprovação o salário dos parlamentares passa para R$ 12.328,90, reajuste acima da inflação.

O projeto votado coloca ainda a necessidade de que os vereadores recebam o retroativo de todo ano de 2016, chegando a mais ou menos 15 mil reais.
Os 6 vereadores que votaram à favor não se reelegeram para o próximo mandato.

O projeto ainda poderá ser vetado pelo executivo, porém o que mais causa indignação da população de Rio Grande é que dias antes dessa votação, ocorreram demissões de 3.200 trabalhadores do maior estaleiro da cidade.
Podemos perceber que pelo visto a carne a ser cortada não é dos patrões e nem dos parlamentares, estão fazendo de tudo para que os trabalhadores pague por um crise qua não foi gerada por nós. Tudo isso em conluio entre o governo golpista Temer com os governos estaduais e municipais, juntamente com os patrões.

Para acabar com as regalias desta casta política devemos colocar de pé uma política de que cada político ganhe o mesmo que uma professora da rede pública ou um operário qualificado. Trata-se de uma maneira de atacar os privilégios de uma casta política que parasita os direitos da população há anos no país, bem como questionar todo o sistema político que sustenta o capitalismo.




Tópicos relacionados

Demissões   /    Caxias do Sul   /    Aumento salarial políticos   /    Política

Comentários

Comentar