Juventude

OCUPAÇÃO NO RS

Vereadores de Caxias do Sul organizam pais para desocupar o Cristóvão

sexta-feira 10 de junho de 2016| Edição do dia

Em torno de 30 pessoas que se diziam pais de alunos tentaram invadir a parte que ainda resiste da ocupação Cristóvão de Mendoza na noite desta quinta feira.

Após a invasão dos blocos A e B, na segunda feira, por um grupo de pais reacionários que atacam o movimento que defende a educação pública de qualidade, nesta última quinta feira, organizados por vereadores de direita, que compõem uma ’comissão de educação’, tentaram invadir o bloco C da escola que ainda resiste com um grupo de alunos cansados após vinte e dois dias de ocupação.

A partir de fontes confiáveis, ficamos sabendo que essa invasão foi planejada por vereadores de direita de Caxias do Sul que desejam atacar o legítimo movimento que vem defendendo a educação pública em todo o estado há semanas. Ao mesmo tempo, a direção da escola forneceu as chaves dos portões de trás para que esses pais e bate-paus pudessem invadir a escola na surdina.

Esses alunos sofreram ameaças de toda a ordem seguidas de ofensas típicas de uma cultura que educa aos moldes da zona da mata, com punho de ferro. Contrariamente a muitas outras ocupações do estado, onde se formaram grupos de pais mais conscientes em defesa da causa das ocupações e dos ocupantes, na Serra gaúcha apenas esse grupo reacionário, que aliás pouco aparecia na escola em tempos de paz, se formou sob forte orientação ideológica de direita moralista que a todo custo tenta marginalizar o movimento.

Criam factóides, ora acusando os estudantes de baderna e destruição do patrimônio público, ora apontando alunos que circulam de pijama pela manhã. É preciso deixar claro que toda a bagunça começou com a invasão desses "pais" e dos professores, que estão contentes com as chibatadas do governo, voltando às aulas nesses dois blocos do Cristóvão revezando turmas desde quarta feira.

Os alunos da ocupação estão tensos e assustados há quatro dias, cancelaram suas oficinas e entraram em estado de alerta vermelho. Ao se espalhar a notícia de que a ocupação Cristóvão estava sendo invadida novamente, rapidamente apareceu também um grupo um tanto numeroso de pessoas solidárias à ocupação para garantir a integridade dos alunos.

Não se pode esquecer que são adolescentes, qualquer violência que possa ocorrer por conta desta situação fica sob inteira responsabilidade da direção da escola, que forneceu as chaves para a invasão, dos pais e professores que invadiram a ocupação e deixaram um ambiente até então salutar de aprendizagem alterarnativa e progressista, caótico e dos vereadores que promovem esses ataques. O MRT presta toda a solidariedade à ocupação Cristóvão de Mendoza e preza pela integridade desses bravos alunos que tiveram coragem de assumir em suas mãos a mudança pela educação que todos lutamos e queremos!

Na foto de capa, estudantes do Cristóvão que ocupam a escola há mais de vinte dias demonstrando pelo que lutam. É contra isso que essas pessoas invadem a escola, contra a educação pública de qualidade.




Tópicos relacionados

#OCUPATUDO   /    Caxias do Sul   /    Crise gaúcha   /    Repressão   /    Juventude

Comentários

Comentar