Política

VEREADORES CAMPINAS

Vereadores de Campinas votam apoio a Trump

Os vereadores deixam claro de que lado estão depois das eleições: com Trump e contra os trabalhadores. Qualquer semelhança nos projetos não é mera coincidência.

Danilo Magrão

Professor de sociologia da rede pública

quinta-feira 17 de novembro| Edição do dia

A Câmara de Campinas vem nos últimos tempos dando provas do nível absurdo de sua incompetência e conservadorismo. No ano passado, ficou conhecida nacionalmente pela inútil proposta de comemorar o “dia do 7 a 1”. Depois disso, aprovaram moções contra o Ministério da Educação por citar Simone de Beauvoir no ENEM e recentemente uma que saudava o coronel da Policia Militar pelas reintegrações das escolas ocupadas em Campinas.

Mas pra quem achava que nada poderia piorar, se superaram nessa quarta. Paulo Galtério (PSB), vereador acusado de roubar dinheiro de diversos condomínios populares em Campinas, propôs nessa quarta-feira, dia 16, um requerimento de aplauso à Donald Trump, presidente ultra-conservador que deu inúmeras provas dos ataques que causará aos imigrantes (incluindo os brasileiros), negros, trabalhadores, mulheres, LGBTs e deficientes nos Estados Unidos.

A moção foi aprovada por esmagadora maioria, com apenas 4 votos contrários. Paulo Bufalo (PSOL) foi o único vereador que discursou contra.

Em um momento que se avança em um grande ataque contra o funcionalismo público da cidade, em que a prefeitura quer meter a mão na previdência dos trabalhadores (CAMPREV), em que se fecha unidades de saúde de pronto-atendimento, os vereadores deixam claro de que lado estão depois das eleições: com Trump e contra os trabalhadores. Qualquer semelhança nos projetos não é mera coincidência.




Tópicos relacionados

Donald Trump   /    Campinas   /    Política

Comentários

Comentar