Cultura

POEMA

Veneno de Flecha

no tempo em que eu colava mosquito, minha mãe não deixava eu sair de casa da janela eu via aquele menino com asa acertando flecha nas pessoas cupido bobo, queria ver ele pousar no quintal da minha casa, era só eu chamar o Rex e aí já viu né...

Fábio Nunes

Vale do Paraíba

terça-feira 25 de outubro| Edição do dia




Tópicos relacionados

Cultura

Comentários

Comentar