MRT

CASA MARX

Vem aí a Casa Marx da Lapa no Rio de Janeiro

A Casa Marx da Lapa será um espaço no coração do Rio para fortalecer a luta e a organização dos trabalhadores, da juventude, LGBTs, negros e mulheres. Com cursos, debates, palestras, atividades culturais e uma livraria. Convidamos todos a apoiar esse projeto e participar do lançamento no dia 17 de março!

segunda-feira 26 de fevereiro| Edição do dia

O Esquerda Diário tem muito orgulho de hoje já fazer parte da vida política de milhares de jovens e trabalhadores no Rio de Janeiro. Seja com a cobertura, a partir do ponto de vista da nossa classe, da vida política e social do Rio, seja com a participação efetiva e nas ruas em cada uma das lutas mais fundamentais que estão ocorrendo.

Por meio das campanhas do Esquerda Diário, participamos, por exemplo, da luta contra a privatização da CEDAE, pelo não pagamento da dívida pública, contra o desmonte da UERJ e contra a aprovação da aberrante “cura gay”. Hoje, nas listas de mensagens e nas redes sociais, as matérias feitas por redatores e colaboradores se tornaram uma ferramenta de informação, organização e luta.

Para nós, isso é um grande motivador para avançarmos e contribuirmos ainda mais para a perspectiva de não apenas fortalecer cada luta, mas também de pensarmos e construirmos um caminho para a superação do capitalismo, para que os trabalhadores e o povo do Rio de Janeiro e de toda a parte possam desfrutar a vida plenamente sem toda a exploração e opressão que caracterizam esse sistema.

Por isso, o Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT), que é a organização política que impulsiona ativamente o Esquerda Diário, se propõe a, junto a colaboradores e ativistas, dar um passo além na cidade do Rio, e isso se consolidar com a inauguração da Casa Marx da Lapa. Desde um local para a redação do Esquerda Diário, e da revista teórica Ideias de Esquerda, passando por um ponto de encontro para palestras, cursos, debates sobre a teoria marxista e as nossas lutas, e até mesmo uma livraria onde será possível encontrar obras clássicas do marxismo e elaborações atuais baseadas nele. Para que se possa também avançar na construção de uma alternativa anticapitalista capaz de superar a experiência do PT, que se adaptou e não oferece nenhuma saída aos trabalhadores em meio à crise que assola o país.

No dia 17 de março, no seu debate de inauguração, colocaremos em discussão esses objetivos, com uma mesa que contará com Mariana Lacerda, lutadora e ativista sindical da CEDAE; Tarcísio Motta, vereador pelo PSOL e pré-candidato a governador; Carolina Cacau, professora da rede estadual e ex-candidata a vereadora do MRT pelo PSOL; e Nicolas Del Caño, dirigente do Partido dos Trabalhadores Socialistas (PTS) na Argentina, deputado nacional e que foi candidato à presidência lá pela Frente de Esquerda e dos Trabalhadores, obtendo um milhão de votos.

A presença de Nicolas Del Caño permitirá que discutamos os importantíssimos exemplos que nossos irmãos argentinos tem dado, com a construção de uma forte organização dos trabalhadores que se expressa com peso nacional não apenas nas eleições, mas que coloca essa projeção a serviço de fortalecer cada luta cotidiana dos trabalhadores contra seus patrões. Na Argentina, hoje em dia, nenhum meio de comunicação, mesmo os mais patronais, pode ignorar a força da Frente de Esquerda, dos trabalhadores, do PTS e dos trotskistas no cenário nacional. É essa força que queremos trazer para ser um exemplo de até onde queremos ir, partindo do que já temos hoje e da nova Casa Marx e seu potencial.

Tudo isso é feito de forma independente: não recebemos um centavo de empresas e governos. Quem financia o Esquerda Diário e a Casa Marx somos nós mesmos, os trabalhadores e jovens que acreditam na sua importância. Por isso, estamos também fazendo uma campanha financeira para colocar esse projeto de pé, e contamos com a colaboração de cada um. Veja abaixo o vídeo e o link para participar:

Ainda antes da inauguração oficial no dia 17, já queremos começar as atividades da Casa Marx, e no dia 3 de março realizaremos a primeira sessão de nosso Cineclube, com a exibição e debate da série “Marx Voltou”, produzida pelos companheiros do PTS na Argentina, e que se baseia no Manifesto Comunista para discutir com os trabalhadores hoje.

Convidamos todos a conhecer o apaixonante projeto da Casa Marx e ser um apoiador ativo da construção desse espaço.




Tópicos relacionados

Casa Marx   /    Grupo de Estudos Marxistas da UERJ   /    cultura   /    Arte   /    MRT   /    Marxismo

Comentários

Comentar