Política

MACHISMO E CORONAVÍRUS

[VÍDEO] Vereador do PSDB: “não tem marido que aguente mulher sem unha feita”, reclamando da quarentena

quarta-feira 8 de abril| Edição do dia

O vereador tucano, Wellington de Oliveira, de Campo Grande, MS, deu uma declaração assombrosa e criminosa na câmara dos vereadores nessa última terça-feira (7), como se vê no vídeo abaixo. Para defender a abertura de igrejas e cabelereiros, o sujeito disse que as mulheres tem que estar com o cabelo, as unhas e a sombrancelha em dia, pois “não tem marido nesse mundo que vai aguentar”. E ainda disse que as igrejas precisam estar abertas para impedir que os homens matem suas mulheres ou seus filhos.

Pode te interessar: Covid-19 e machismo: Brasil está lidando com mais de uma epidemia

Despejando misoginia, chama atenção a relação indireta que o vereador faz com “matar a mulher” e “fazer a unha, o cabelo e a sombrancelha”. Nas entrelhinhas, o tucano dá a entender que durante a quarentena seria natural o marido bater na sua esposa, ou mesmo matá-la, nas circunstâncias citadas. Afinal, “homem nenhum aguentaria” isso. O sujeito ainda termina com a pachorra de falar de auto-estima… Veja o vídeo abaixo:

A fala de Wellington expressa um pouco do pensamento das alas mais duras do bolsonarismo, recheadas de misoginia e inclinações violentas. É preciso repudiar duramente declarações como essas.




Tópicos relacionados

Machismo   /    PSDB   /    Violência contra a Mulher   /    Política   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar