Mundo Operário

BREQUE DOS APPS

[VÍDEO] Letícia Parks fala sobre o breque dos APPs

71% dos entregadores são negros, trabalham 7 dias por semana, 14h por dia, e recebem em média R$963 por mês, menos que o salário mínimo. É a mais alta tecnologia de mãos dadas com o racismo, esse velho amigo do capitalismo. Na bike, na moto, na casa da patroa. Somos transportados para outro século, acorrentados à casa dos fundos como escravas.

quarta-feira 1º de julho| Edição do dia

Ver esta publicação no Instagram

Amanhã acontece em vários países o breque dos apps, uma paralisação internacional que exige aumento do valor das corridas e pacotes, aumento do valor mínimo por entrega, o fim dos bloqueios e desligamentos indevidos, seguro de vida e de roubo, o fim do sistema de pontuação e auxílio pandemia, com entrega de EPIs e licença remunerada para os que se contaminam. 71% dos entregadores são negros, trabalham 7 dias por semana, 14h por dia, e recebem em média R$963 por mês, menos que o salário mínimo. É a mais alta tecnologia de mãos dadas com o racismo, esse velho amigo do capitalismo. Na bike, na moto, na casa da patroa. Somos transportados para outro século, acorrentados à casa dos fundos como escravas. Nós do Quilombo Vermelho apoiamos todas as demandas desses trabalhadores em luta amanhã, e fazemos um chamado a que coloquemos a frente também as saídas políticas que podemos dar frente à crise política nacional. Não esquece antes de ir de curtir, compartilhar, comentar, criticar, chamar os amigos pra ver ;) Segue também o @esquerdadiariooficial #BrequeDosApps #AmanhaTemBrequeDosApps #ForaBolsonaroEMourao #ForaBolsonaro #VidasNegrasImportam #NossasVidasValemMaisQueOLucroDeles

Uma publicação partilhada por Leticia Parks (@pretaparks) a

Hoje acontece em vários países o breque dos apps, uma paralisação internacional que exige aumento do valor das corridas e pacotes, aumento do valor mínimo por entrega, o fim dos bloqueios e desligamentos indevidos, seguro de vida e de roubo, o fim do sistema de pontuação e auxílio pandemia, com entrega de EPIs e licença remunerada para os que se contaminam.

Nós do Quilombo Vermelho apoiamos todas as demandas desses trabalhadores em luta, e fazemos um chamado a que coloquemos a frente também as saídas políticas que podemos dar frente à crise política nacional.




Tópicos relacionados

Breque dos apps   /    Entregadores   /    Quilombo Vermelho   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar