Internacional

PTS-FIT ARGENTINA

[VÍDEO] Grande mobilização freia a reforma da previdência na Argentina

sexta-feira 15 de dezembro de 2017| Edição do dia


Derrota al gobierno con la movilización - YouTube

HTML - 176.6 KB
Derrota al gobierno con la movilización - YouTube

(Tradução das falas de Nicolás Del Caño e Myriam Bregman, parlamentares do Partido dos Trabalhadores Socialistas, organização irmã do MRT na Argentina)

Nicolás Del Cãno (PTS-Frente de Esquerda), deputado federal pela província de Buenos Aires: "Há um pacto que foi feito com os governadores, há um pacto que foi feito pelo Senado com o Partido Justicialista (peronismo), e creio que aqui se trata de que a mobilização popular consiga frear esta sessão [da Câmara, para votar a reforma da previdência, NdT] e o operativo policial que montaram tem o objetivo de amedrontar, e portanto a responsabilidade do que quer que aconteça aqui é inteiramente de Patricia Bullrich [ministra de Segurança] e do presidente Mauricio Macri"

Del Caño: "Estão atirando à queima-roupa nas pessoas! A sessão de votação já foi cancelada, deram ordem de atirar nas pessoas que vieram manifestar-se pacificamente, estão atirando por todos os lados, por todos os lados. Por isso exigimos que pare imediatamente a repressão, que Patricia Bullrich renuncie, que rneuncie porque deu ordem de reprimir pessoas que vieram manifestar-se contra aqueles que querem roubar os aposentados."

Myriam Bregman (PTS-Frente de Esquerda), legisladora da cidade de Buenos Aires: "Hoje não se votou, mas eles vão querer voltar a pautar e aprovar a reforma da previdência, mas nós não vamos ficar de braços cruzados, não vamos permitir que o ajuste seja pago pelos jovens trabalhadores e pelos aposentados."




Tópicos relacionados

PTS   /    Nicolás del Caño    /    Myriam Bregman   /    PTS na FIT   /    Internacional

Comentários

Comentar