ABSURDO

VÍDEO: Enquanto faltam exames de Covid-19 nos hospitais, festa de elite em Brasília tem testes na entrada

Um vídeo está chocando as redes sociais: testes para covid-19 são feitos na entrada de uma festa privada em Brasília. A entrada dos convidados só é permitida após a testagem. Isso acontece enquanto Brasil atinge 1 milhão de infectados e as universidades públicas dizem que esse número pode ser 6 vezes maior devido a ausência de testes massivos.

domingo 21 de junho| Edição do dia

Esse vídeo escancara o carácter nojento da elite brasileira, que não abre mão das suas festas particulares enquanto o país chega a mais de 50 mil mortes e supera os 1 milhão de infectados por coronavírus, sendo a população pobre e negra a morrer sem testes.

A fronteira de classe é central para decidir quem vive em quem morre hoje no país, já que qualquer um que for a um laboratório privado com sintomas leves e uma quantia suficiente de dinheiro para pagar por um teste será testado, já quem não tiver dinheiro para isto está sujeito a enfrentar o sistema de saúde público que se encontra em calamidade após anos de sucateamento.

Confira:

O números de infectados e de mortos pelo novo coronavírus podem ser bem maiores do que os números oficiais já que não há testagem em massa da população, nem pelos governos estaduais, setor que aparecia como mais racional e como “oposição” a Bolsonaro, que avançam com reabertura da economia mesmo com números crescentes de contaminação. Nem por Bolsonaro, com seu negacionismo, que tenta ocultar dados sobre a doença no país, e que com Guedes seguem injetando bilhões nos bancos e em empresas enquanto a população pobre e os trabalhadores não conseguem nem ao menos saber se a real causa da morte de seus parentes.

Por isso, se faz mais que necessário levantar um programa de combate a crise, que exija testes massivos para a população, assim como a unificação do sistema de saúde, com todos os serviços privados sendo incorporados ao SUS sob controle dos trabalhadores da saúde, assim como a reconversão da indústria para a produção de leitos, respeitadores e insumos para atender às demanda para solucionar de fato essa crise.




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Coronavírus e racismo   /    Coronavírus

Comentários

Comentar