Gênero e sexualidade

PÃO E ROSAS

[VÍDEO] Contra Bolsonaro, nenhum acordo com golpistas e capitalistas!

Não podemos contar com a conciliação com setores golpistas e recionários para derrotar a extrema direita. Essa vitória virá das ruas, pela própria força das mulheres!

quarta-feira 26 de setembro| Edição do dia

Frente ao avanço da extrema direita, representado diretamente pela candidatura de Jair Bolsonaro pelo PSL, com seu vice, o general da reserva Hamilton Mourão; candidatura que conta com os elementos mais reacionários tendo em vistas roubar mais ainda os direitos da mulheres, negros, LGBTs e de toda classe trabalhadora, faz-se absolutamente necessário que o movimento de mulheres possa ser ponta de lança para resistir aos ataques e derrotar a direita, os golpistas e os capitalistas.

O PT tenta encampar-se no movimento #EleNão para capitalizar eleitoralmente no justo rechaço à extrema direita. Mesmo setores abertamente reacionários como a apresentadora Rachel Sheherazade famosa por destilar opiniões racistas, misóginas, conservadoras, antifeministas e contrarias aos direitos dos trabalhadores, e mesmo Geraldo Alkimin, abertamente golpista e repressor dos trabalhadores.

Não nos enganemos: não pode haver uma luta efetiva contra esses que querem roubar os direitos das mulheres ao lado dos mesmos golpistas escravocratas que continuamente destilam racismo, machismo, LGBTfobia; quem atacam os trabalhadores pela manutenção de seus privilégios e lucro. Tampouco podemos acreditar no PT, que sinaliza aliança à setores golpistas e com a burguesia, atrás de governabilidade. O mesmo PT que, junto a esses setores, por treze anos não legalizou o aborto, custando centenas de milhares de vidas de mulheres, especialmente as mulheres pobres.

No capitalismo, não existe "mal menor" para as mulheres, que seguirão sofrendo com esses setores reacionários. Devemos confiar nas nossas próprias forças, a partir das organizações nos locais de trabalho e estudo, se unindo aos trabalhadores para se elevar contra esses setores. O Pão e Rosas chama à construção de um movimento de mulheres socialista que lute afetivamente contra os ataques que virão após esses eleições manipuladas pelo judiciário, e faça os capitalistas pagarem pela crise!




Tópicos relacionados

Mulheres Contra Bolsonaro   /    Pão e Rosas   /    Bolsonaro   /    PT   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar