POLÍCIA LGBTFOBICA

VÍDEO: Com socos e tapas, policial agride travesti em Porto Alegre

Lucas Pereira

ABC Paulista

quinta-feira 19 de outubro| Edição do dia

Em vídeo, um policial agride uma travesti em Porto Alegra, dando soco e tapas na cabeça da mesma e jogando-a contra um portão. Não é o primeiro caso desse tipo de violência noticiado no site essa semana.

Veja aqui: Com bombas, agressões e ameças de morte, 24 travestis denunciam repressão da PM em bairro nobre de SP

Este episódio é um exemplo do tipo de abordagem policial violenta que não pode ser tolerada, que é ainda mais comum quando se trata de populações vulnerabilizadas, como travestis, mas que também ocorre estruturalmente contra jovens pobres e negros dos bairros mais pobres e favelas, a exemplo das recentes invasões do Exército junto à polícia na Rocinha, Rio de Janeiro.

Esses ataques que vêm acontecendo, são frutos de uma conjuntura reacionária em que vivemos, como o de 9 travestis presas no Largo do Arouche, em São Paulo. Assista o vídeo desse escândalo de violência:

O Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo e a violência contra travestis tem se tornado cada vez mais frequente. Combatemos este tipo de violência institucional, pois se tolerada ela tende a ser cada vez mais comum.

Diante destes ataques, vemos a necessidade de um coletivo LGBT independente do Estado, que tome frente a esses combates e que vá pra rua lutar contra esses embates. Não aceitaremos mais nenhum caso de agressão contra a população LGBT.




Tópicos relacionados

Porto Alegre   /    Violência Policial   /    LGBT

Comentários

Comentar