Mundo Operário

GREVE DOS MUNICIPÁRIOS

[VIDEO] Brigada Militar reprime violentamente municipários em greve em Porto Alegre

A Brigada Militar reprimiu brutalmente na tarde desta segunda (25) o ato dos municipários de Porto Alegre em frente à Câmara Municipal. Os trabalhadores iniciaram hoje greve contra o Projeto de Lei do prefeito Marchezan que ataca os direitos dos servidores do município.

segunda-feira 25 de março| Edição do dia

Os municipários de Porto Alegre que iniciaram hoje uma greve contra o projeto de Lei (PLCE 002/2019) do prefeito Nelson Marchezan do PSDB que ataca os direitos dos servidores, e está marcado a votação na Câmara de vereadores nesta segunda-feira (25). Os servidores do município fizeram um ato em frente a Câmara durante à tarde, onde foram reprimidos brutalmente pela Brigada Militar.

Os trabalhadores que estavam concentrados em frente da Câmara foram reprimidos com bastante gás lacrimogêneo, uma ação abominável da Polícia contra os trabalhadores que lutam para não perder seus direitos.

Esse PLCE é uma nova versão do projeto que Marchezan tentou aprovar ano passado que pretendia acabar com a carreira dos servidores. O novo projeto extingue a progressividade do percentual dos regimes, altera os avanços de 5% a cada três anos para somente 3% a cada cinco anos, extingue o adicional por tempo de serviço e altera as Funções Gratificadas (FGs). Além disso, o projeto prevê que os reajustes incidirão sobre o valor do salário básico, e não mais sobre os adicionais, o que achata os vencimentos de servidoras e servidores do Município que já não recebem a reposição da inflação há dois anos. Ou seja, um verdadeiro desmonte da carreira do servidor que vai apenas ajudar a precarizar os serviços públicos já escassos na cidade de Porto Alegre.

Repudiamos a violência policial à mando do governador Eduardo Leite, que junto ao prefeito a Marchezan, querem implementar uma série de ataques contra os trabalhadores, para descarregar a conta da crise capitalista em suas costas, garantindo os lucros bilionários dos patrões.




Tópicos relacionados

Greve dos Municipários POA   /    Marchezan   /    Câmara dos Vereadores   /    Porto Alegre   /    violência policial   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar