Educação

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Urgente: Weintraub fechou contratos de R$ 12,6 milhões com ex-esposa de Wassef no MEC

Weintraub fechou contrato com a empresa de informática Globalweb Outsourcing, que recebeu R$ 41,6 milhões ao longo do governo de Jair Bolsonaro.

segunda-feira 22 de junho| Edição do dia

Imagem: Reprodução

Foram dois contratos, totalizando R$ 8,7 milhões junto ao Ministério da Educação com R$ 3,9 milhões cada. A empresa é ligada à ex-mulher e sócia de Frederick Wassef, advogado que abrigou Fabrício Queiroz em sua própria casa.

O contrato foi assinado em fevereiro deste ano com a Globalweb Outsourcing, que foi fundada por Cristina Boner Leo e hoje administrada por Bruna Boner, filha de Cristina. No contrato, constava que a empresa prestava “gerenciamento técnico, operação e sustentação de infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação” ao MEC. Foram 13 itens ao todo contratados pela pasta, o que totaliza R$ 8.716.155,16.

A empresa ligada à ex-esposa de Wassef recebeu, ao todo, R$ 41,6 milhões no governo Bolsonaro. Os pagamentos foram efetuados entre janeiro de 2019 e junho deste ano.

Wassef afirmou que os negócios da empresa não têm relação com ele. No entanto, até o ano passado, ainda de acordo com o UOL, o advogado era representante legal de Cristina em processos judiciais.

Com todo esse histórico, fica bastante evidente a podridão tanto desse advogado quanto do governo Bolsonaro. Queiroz ter aparecido na casa do advogado não é um mero acaso, mostra que a família Bolsonaro e todos ao seu redor estão rodeados de sujeira e corrupção. Apesar de ter vindo à tona a notícia de que Queiroz estava na casa de Wassef, o fato é que é bastante seletivo o que o STF escolhe divulgar sobre a podridão bolsonarista. Muito em base a disputa entre esses dois poderes.




Tópicos relacionados

Fora Bolsonaro, Mourão e os militares   /    Abraham Weintraub   /    Weintraub   /    Flavio Bolsonaro   /    Governo Bolsonaro   /    Educação

Comentários

Comentar