Mundo Operário

Universidade Veiga de Almeida-Maracanã suspende as aulas mas mantém empregados trabalhando

Faculdade diz que só dispensará os trabalhadores "quando o primeiro ficar doente".

quinta-feira 19 de março| Edição do dia

Mais uma vez a crise do Coronavírus vem evidenciando como são os trabalhadores que sofrem os custos da crise. Na Universidade Veiga de Almeida, não é diferente. Após a suspensão das aulas, na unidade Maracanã, no Rio de Janeiro, manteve os funcionários trabalhando, alegando que só suspenderia o expediente quando o primeiro ficasse doente.

Mais uma vez os patrões mostram como não estão nem aí para a saúde dos trabalhadores. Por isso que nós do Esquerda Diário repudiamos essa ação exigimos a liberação dos trabalhadores!

* * * * * * * * *
CORONAVÍRUS: ENVIE SUA DENÚNCIA
Contato / WhatsApp / Signal / Telegram: +55 11 97750-9596
E-mail: esquerdadiario@gmail.com

Contribua com o Esquerda Diário!

Siga o Esquerda Diário nas redes sociais!
Youtube: Esquerda Diário
Instagram: @EsquerdaDiarioOficial
Twitter: @EsquerdaDiario
Facebook: Esquerda Diário




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Rio de Janeiro   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar