Sociedade

MERCENÁRIOS DA FÉ

Universal é condenada a pagar 20 mil reais e devolver todos os bens doados por família

quinta-feira 1º de março| Edição do dia

Imagem: Hiel levy

A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul a pagar indenização de R$ 20 mil a um casal que foi coagido a fazer doações à igreja e chegou até a vender o carro para isso. Após recurso da igreja, o Supremo Tribunal de Justiça manteve a decisão por unanimidade.

De acordo com o casal, eles passavam por problemas financeiros e procuraram a Igreja Universal. Ao final de cada culto era recolhido dinheiro dos fieis sob a alegação de que quanto mais doassem, mais receberiam de Deus de volta.

Além da indenização de R$ 20 mil por “coação moral irresistível”, a igreja deve devolver todos os bens doados (ou ressarcir o valor), como celulares, impressora, aparelho de fax e ar condicionado.

A ministra Nancy Andrighi, relatora do recurso especial da igreja, afirmou que “...a hipótese dos autos narra uma situação excepcionalíssima em que as doações – conforme as provas colacionadas aos autos – foram resultado de coação moral irresistível, sob a ameaça de sofrimento e condenação espiritual”.

Com ameaças e promessas, os ex-fieis eram desafiados a fazer doações para provar sua fé e chegaram até a vender o carro e joias para isso.

Em nota, o Departamento de Comunicação Social e de Relações Institucionais da Universal disse: “A recente decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) não chegou a julgar o pedido do casal. O tribunal afirmou apenas que o recurso da Igreja Universal do Reino de Deus não poderia ser analisado. Repetimos que o dízimo e todas as doações recebidas pela Universal, seguem orientações bíblicas e legais, e são sempre totalmente voluntários e espontâneos. Por fim, esclarecemos que, neste processo, ainda há um recurso que aguarda a análise do Supremo Tribunal Federal (STF).”




Tópicos relacionados

Igreja Universal   /    Religião   /    exploração   /    Sociedade

Comentários

Comentar