Juventude

UFRN

URGENTE: O Restaurante Universitário da UFRN pode subir para R$ 8!

Amanhã será pautado o aumento no valor da refeição no Restaurante Universitário no CONSAD! Chamamos todes à reunião as 14:30 na Sala dos Colegiados, no prédio da Reitoria.

quarta-feira 4 de dezembro| Edição do dia

O semestre em seus últimos respiros e a Reitoria inventa mais uma: o aumento no preço da refeição no Restaurante Universitário será votado amanhã no Conselho Administrativo. Para os estudantes dependentes do RU e de auxílios, este semestre foi uma verdadeira prova de resistência para não desistir, já que os auxílios atrasaram em absolutamente todos os meses.

No último mês, após ameaça de que bolsas de apoio técnico, extensão e iniciação científica seriam cortadas caso o Refeitório não abrisse, porque não haveria verba disponível para pagamento dos auxílios-refeição, o Refeitório abriu, mas exclusivamente para estudantes prioritários.

Agora, com a perspectiva de ampliação de acesso ao RU, para que o conjunto dos bolsistas e estudantes possam se alimentar, o RU que já é um dos mais caros do país, pretende ser aumentado para o valor de R$ 8,00, uma mudança inadmissível e que torna a alimentação no RU praticamente impossível.

Quando o RU foi fechado para a reforma, devido as condições insalubres nas quais os trabalhadores terceirizados eram obrigados a garantir a produção das refeições, ocorreu a demissão de 70 trabalhadores. Agora foi garantida a readmissão de todos eles, com uma mudança nem um pouco pequena: para operar o RU e também o Refeitório, precarizando seu trabalho.

Já ficou demonstrado que a Reitoria não preza pela defesa da universidade pública, visto que nem ao menos se posicionou publicamente contra o Future-se, nem tampouco garante as condições de permanência necessária para os estudantes filhos da classe trabalhadora.

É fundamental a presença de cada estudante na reunião do CONSAD de amanhã (5) às 14:30 na Sala dos Colegiados, no prédio da Reitoria, para impedir este absurdo aumento. Mas também, a mobilização estudantil deve exigir da reitoria a abertura das contas da universidade, para que estudantes, funcionários e professores possam decidir em uma assembleia soberana das três categorias como enfrentar os cortes de Bolsonaro à universidade.

Somente assim podemos discutir como garantir um restaurante acessível a todos os estudantes e funcionários, moradias dignas para todos que precisam e creches para as mães.




Tópicos relacionados

UFRN   /    Reitoria   /    Permanência Estudantil   /    Natal   /    Nordeste   /    Juventude

Comentários

Comentar