Sociedade

JOÃO DORIA

Doria destrói imóveis na Cracolândia com moradores dentro e deixa feridos

Na tarde dessa terça, 23, Doria (PSDB) iniciou a demolição de dois imóveis na Cracolândia, na região central da capital paulista, ainda com pessoas dentro. Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas ficaram feridas e foram socorridas na tarde de hoje.

terça-feira 23 de maio| Edição do dia

Foto: Marivaldo Oliveira/Codigo19/Folhapress

Nos imóveis haviam moradores, que foram surpreendidos por retroescavadeiras por volta das 14 horas. No horário, o prefeito concedia entrevista no Largo Coração de Jesus, a poucos metros da Alameda Dino Bueno, onde ficavam localizados os imóveis demolidos. É também onde ficava concentrado o "fluxo" antes da violenta ação policial no domingo passado, 21.

O motivo da demolição, segundo a Prefeitura, é para desarticular o domínio do Primeiro Comando da Capital (PCC), que controla o tráfico na região. Mas na realidade, essa não passa de mais uma política violenta de higienização da cidade de São Paulo pela prefeitura de Doria. Felipe Sabará, secretário de assistência social da prefeitura ainda deu a absurda declaração dizendo "Não sei o que aconteceu, nem sei se aconteceu alguma coisa. Só sei que os bombeiros estão aqui", disse antes de entrar no carro e ir embora.

João Doria também avançou contra os comerciantes e ordenou o fechamento de bares e estabelecimentos comerciais nas ruas Helvetia e Dino Bueno, construindo muros nas portas, fechando não apenas o estabelecimento, mas impedindo que todos os pertences fossem retirados a tempo.




Tópicos relacionados

João Doria   /    Sociedade   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar