Cultura

TRUCULÊNCIA DE DORIA CONTRA OS ARTISTAS

URGENTE: Após reunião de artistas com secretário, Doria diz que vai pedir reintegração

A gestão Doria mostra mais uma vez sua cara repressora e intransigente ao afirmar que, caso os trabalhadores da cultura não desocupem a Secretaria Municipal de Cultura ainda hoje, ele pedirá a reintegração de posse do prédio.

Fernando Pardal

@fepardal

quinta-feira 1º de junho| Edição do dia

Da mesma forma que Doria quis resolver a questão de saúde pública na Cracolândia, ele quer resolver as reivindicações dos trabalhadores da cultura em São Paulo que lutam contra o corte do fomento e a política expressa pelo secretário de cultura, André Sturm: com as botas da polícia.

Acaba de se encerrar mais uma reunião dos ocupantes da Secretaria Municipal de Cultura com o Secretario de Governabilidade de Doria. Até o momento, não há absolutamente nenhum sinal de que a principal reivindicação do movimento de ocupação dos artistas, a saída de André Sturm de seu cargo, esteja sequer sendo considerada pela gestão de Doria.

Sturm tem sido a cara de Doria para a cultura: corte nos programas de fomento ao teatro e à dança, muita política para privatizar a cultura, nenhum diálogo e muita truculência. Os trabalhadores da cultura vêm se organizando para resistir desde o começo da gestão do empresário-prefeito, mas a ocupação pela saída de Sturm se precipitou após Sturm dizer que ia "quebrar a cara" de um agente cultural durante debate sobre as políticas culturais da prefeitura.

Agora, após encerrada a segunda reunião do dia, a resposta de Doria ao movimento foi claríssima: se não desocuparem até o final do dia de hoje, irá pedir a reintegração. Sturm e sua truculência são apenas o retrato da política de Doria na área cultural. Repressão e privatização têm sido seus métodos desde o início. Não podemos permitir! Todo apoio à luta dos trabalhadores da cultura! Fora Sturm e abaixo a política de cortes de Doria! Que o orçamento da cultura seja descongelado imediatamente!




Tópicos relacionados

João Doria   /    cultura   /    São Paulo   /    São Paulo (capital)   /    Cultura

Comentários

Comentar