Negr@s

QUEM LUTA POR EDUCAÇÃO NÃO MERECE PUNIÇÃO

UNICAMP: Coordenação de Políticas para População Negra e Indígena acata denúncias de racismo da greve

Na última terça-feira, 23, ocorreu no Centro de Referência no Combate ao Racismo e à Discriminação Religiosa em Campinas as oitivas acerca dos casos de racismo que aconteceram durante a histórica greve estudantil da Unicamp de 2016 por parte de docentes da universidade.

quarta-feira 25 de janeiro de 2017| Edição do dia

FOTO: DCE Unicamp

Isso significa mais um avanço na luta contra as punições decorrentes da greve, que lutou por Cotas Raciais, contra o corte de 40 milhões de reais e o golpe institucional em curso na época. A Coordenação de Políticas para População Negra e Indígena do Estado de São Paulo recebeu os protocolos feitos pelo DCE da Unicamp das denúncias, pela professora Elisa Lucas Rodrigues.

Quem pune um estudante, pune todas e todos! Quem luta por educação não merece punição! Avante à luta contra qualquer tipo de opressão e repressão e criminalização do movimento estudantil!




Tópicos relacionados

Greve Estudantil   /    Greve das estaduais paulistas   /    Unicamp   /    Racismo   /    Campinas   /    Negr@s   /    Juventude

Comentários

Comentar