Educação

ATAQUE A EDUCAÇÃO

UERJ adia início das aulas

Em reunião nesse dia 13/01, a Reitoria da UERJ decide adiar o início das aulas por conta do não pagamento de bolsas e salários. Em nota oficial, nada foi dito sobre a regularização dos pagamentos.

sexta-feira 13 de janeiro| Edição do dia

Em nota oficial no site da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, a reitoria anunciou que, após reunião com o Fórum de Diretores das Unidades Acadêmicas, com os Diretores de Centros Setoriais e com os Sub-Reitores, foi aprovado o adiamento do início das aulas para 23/01/2017.

A decisão se deu por conta do não pagamento das bolsas permanência aos estudantes cotistas e das demais bolsas estudantis, que inviabilizaria o retorno dos estudantes às aulas, a falta de repasse de verbas de manutenção para a UERJ, inviabilizando o funcionamento normal da universidade, e o não pagamento de salários aos docentes e funcionários, que precariza suas condições de trabalho.

A UERJ vem enfrentando uma dura crise e ameaça inclusive fechar as suas portas. Entretanto, na nota oficial a Universidade não apresenta nenhuma medida ou prazo a respeito de como vai solucionar esses problemas.

Para resolver essas questões, que fazem parte de um contexto de crise no Estado do Rio de Janeiro, é preciso colocar os interesses da população à frente. Por isso defendemos o não pagamento da dívida pública, para que a verba seja destinada à educação, saúde e demais necessidades públicas, e não para a manutenção dos lucros dos empresários e banqueiros. É preciso lutar em defesa da Universidade e impedir o seu fechamento, garantindo que os muitos estudantes filhos da classe trabalhadora e negros, que com a política de cotas puderam ingressar na universidade pública, não percam o seu direito a educação superior pública, gratuita e de qualidade.




Tópicos relacionados

UERJ   /    Educação   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar