Sociedade

XENOFOBIA

Três bolivianos são baleados em São Paulo, mostra da crescente xenofobia

Os disparos aconteceram em dois locais diferentes, mas próximos na região central da cidade. Rodrigo Lipa Chambi, 29 anos, e Santos Rodrigues Apazo, de 40 anos, não resistiram e faleceram.

terça-feira 20 de agosto| Edição do dia

Na noite de domingo (18), três bolivianos foram baleados na região central de São Paulo. A polícia ainda investiga, o que teria motivado o crime e quem são os assassinos.

De acordo com a polícia, dois bolivianos estavam na rua Ministro Franscisco ensaiando danças típicas da Bolívia, quando dois carros vieram na direção dos mesmos e de dentro do próprio veículo atiraram nos dois.

Uma testemunha, foi quem encaminhou os dois feridos a uma base da PM e de lá foram levados ao pronto- socorro no Tatuapé.

Rodrigo Lipa Chambi, 29 anos não resistiu aos ferimentos e faleceu. O outro ferido, um costureiro de 30 anos, até a noite de segunda ainda estaria internado e não haveria informações de seu estado de saúde.

A cerca de 4km de distância de onde os dois bolivianos foram feridos, outro boliviano foi alvo de tiros na rua Condessa Elizabeth Rubiano. Santos Rodrigues Apazo, de 40 anos foi encontrado morto.

De acordo com a a Secretária de segurança pública: "Imagens de câmeras de segurança da região foram analisadas pela Polícia Civil, que conseguiu localizar e apreender um dos automóveis utilizado pelos criminosos. O GM Monza prata foi encontrado, às 11h desta segunda-feira (19), na rua Juvenal Gomes Coimbra, no Belém [zona leste da capital paulista]"

O caso foi registrado como homicídio qualificado e o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa, instaurou inquérito pra investigar o crime.

As mortes dos bolivianos são reflexo da retórica xenofóbica de Bolsonaro e sua base. Bolsonaro aliado ao imperialismo não esconde que tem acordo com as políticas anti-migratórias de Trump e, em 2015, chegou a se referir aos refugiados haitianos recém chegados ao Brasil como “escória do mundo”.




Tópicos relacionados

Xenofobia   /    Sociedade

Comentários

Comentar