Mundo Operário

GREVE DOS CORREIOS

Trabalhadores dos Correios em greve apoiam greve de professores de São Paulo e de MG

Trabalhadores do Centro de Distribuição Domiciliária (CDD) de Cotia, São Paulo, tiraram foto em apoio à greve de professores municipais de São Paulo e estaduais de Minas Gerais em piquete nesse início de greve contra a rifa do plano saúde, que será julgado pelo STF.

terça-feira 13 de março| Edição do dia

Nesta segunda-feira (12) se iniciou uma greve nacional por tempo indeterminado dos trabalhadores do Correios. A principal reivindicação da categoria é contra as mudanças no plano de saúde. E os trabalhadores do Centro de Distribuição Domiciliária (CDD) de Cotia, São Paulo, tiraram foto em apoio à greve de professores municipais de São Paulo e estaduais de Minas Gerais em piquete.

A greve de professores da rede estadual em MG, categoria majoritariamente feminina, é contra os ataques do governo de Fernando Pimentel (PT), assim como professores da rede municipal de São Paulo estão em greve contra o ataque às suas aposentadorias feito pelo prefeito João Dória (PSDB).

Já a greve dos trabalhadores dos Correios é principalmente contra as mudanças no plano de saúde e, apesar da direção do sindicato não construir a greve pela base, os trabalhadores de São Paulo estão mostrando uma importante disposição de luta e estão mantendo a greve com uma importante adesão. A categoria dos ECTistas tem um histórico de luta bastante importante contra a privatização da empresa, pública, que precariza o trabalho e o atendimento à população. Confira 7 razões para entender e apoiar a greve dos Correios.




Tópicos relacionados

Greve Educação MG   /    Professores São Paulo   /    Greve dos correios   /    Greve professores SP   /    Professores   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar