Mundo Operário

DIA INTERNACIONAL DA ENFERMAGEM

Trabalhadores do hospital da USP farão homenagem pelo dia internacional da enfermagem

No dia 12 de maio, nesta terça-feira, é o dia internacional da enfermagem. O Sintusp, Sindicato dos Trabalhadores da USP chama nesse dia uma ação em homenagem a todos os trabalhadores da saúde que foram vítimas da covid-19. As mortes desses trabalhadores no Brasil já ultrapassaram as da Espanha e Itália juntos. A ação também denunciará as condições precárias de trabalho, com falta de EPIs e a não liberação do grupo de risco, além de exigir contratações emergenciais. Reproduzimos abaixo o chamado o Sintusp, publicado em boletim nesta segunda-feira.

segunda-feira 11 de maio| Edição do dia

Imagem: Sintusp

SEMANA DA ENFERMAGEM: REFORÇAR A LUTA DAQUELES QUE SALVAM VIDAS!

Dos dias 12 até o dia 20 de maio é comemorada a semana da enfermagem. Neste momento de pandemia, os profissionais da saúde estão na linha de frente do enfrentamento à doença, e também são os mais expostos ao contágio e consequentemente às mortes por Covid-19. Por essa razão, nesse ano, a semana da enfermagem, a começar pelo dia 12/5, que é considerado o dia internacional da enfermeira(o), será uma semana de homenagem aos profissionais da saúde vitimados pelo Covid-19, e também uma semana de luta por condições de trabalho, com garantia plena de EPIs para todos os trabalhadores de saúde. Devemos superar as diferenças entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, trabalhadores administrativos, enfim, entre aqueles que trabalham nos hospitais, e nos unificarmos pra garantir condições adequadas para trabalhar e salvar vidas!

No HU da USP, a situação, conforme estamos denunciando nas últimas semanas, não difere da situação em geral dos trabalhadores da saúde. Já realizamos dois atos públicos, e até agora a superintendência do hospital e a reitoria não se pronunciaram sobre as nossas demandas. Houve uma primeira conquista da nossa luta, que foi a disponibilização de máscaras para diversos setores do HU, que antes não tinham esse equipamento garantido. Mas isso ainda é insuficiente e precisamos avançar nas outras demandas, como a liberação dos trabalhadores pertencentes aos grupos de risco, contratação emergencial e garantia de direitos iguais para os trabalhadores temporários.

Por essa razão, nesta terça-feira, 12/5, faremos uma ação simbólica em homenagem a todos os trabalhadores da saúde vitimados pela Covid-19, e também reforçando nossas reivindicações. Estaremos na porta do HU às 13h15, soltaremos balões brancos e pretos, faremos um minuto de silêncio e levaremos nossas faixas com nossas demandas.

Também no dia 12/5, às 15h, faremos uma live, "Os desafios do trabalho na saúde durante a pandemia COVID-19", transmitida na nossa página do Facebok (https://bit.ly/3biiJiV), com a participação das diretoras do sindicato Rosane Meire e Vânia Ferreira.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Hospital Univeristário da USP   /    SINTUSP   /    Saúde   /    USP   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar